Alguns conceitos não morrem, mesmo com toda a inovação e novas tecnologias que vão surgindo no mundo do marketing.

Este é o caso do Mix de Marketing, conhecido também como os 4 Ps do marketing.

Criado em 1960, esse termo ainda é muito utilizado e de grande importância para aqueles que estão começando um negócio.

Digamos que ele é a base de tudo.

Vamos entender mais a fundo esse Mix de Marketing e como os seus quatro pilares – Preço, Produto, Praça e Promoção – vão posicionar sua marca no mercado e direcionar você ao público certo.

Siga no texto!

O que é o Mix de Marketing?

O que é o Mix de Marketing?

O Mix de Marketing é um conjunto de quatro elementos – por isso também chamado de 4 Ps – que abrangem as principais ações de marketing e vendas de uma empresa.

São eles: 

  • Produto;
  • Preço;
  • Promoção;
  • Praça. 

Mesmo que esses sejam os pilares de toda estratégia inicial de marketing, é importante lembrar que eles são variáveis, controláveis e interdependentes

Ou seja, a própria empresa pode definir cada P da maneira que achar melhor, podendo alterá-lo conforme o objetivo ou momento do negócio, afinal, você pode acabar lançando mais de um produto ou criando mais de uma estratégia que envolva os 4 Ps. 

Porém, não podemos esquecer que os pilares trabalham juntos, isso quer dizer que para que um P funcione, os outros precisam ser planejados em conjunto.

Origem dos 4 Ps

Era uma vez, no ano de 1960, professor de marketing da Universidade Estadual de Michigan nos EUA, Jerome McCarthy. 

Ele criou o conceito de Mix de Marketing, apresentando a todos os pilares de Produto, Preço, Promoção e Praça em seu livro Basic Marketing: A Managerial Approach

Porém, o conceito só foi popularizado sete anos depois, em 1967, quando Philip Kotler, o pai do marketing moderno, apresentou em seu livro, Marketing Management, as variáveis como a principal classificação do Composto de Marketing.

Vale lembrar que antes desses quatro pilares se consolidarem, outros autores tentaram classificar a estratégia de marketing em outros fatores. 

Em 1961, Albert Frey, arquiteto suíço, propôs uma classificação em dois fatores: 1. a oferta – produto, embalagem, marca, preço e assistência –  e 2. os métodos e meios – canais de distribuição, venda pessoal, publicidade, promoção de vendas e propaganda. 

Já em 1962, Lazer e Kelley propuseram três fatores: bens e serviços, distribuição e comunicação.

Para que Serve o Mix de Marketing? 

Para que Serve o Mix de Marketing? 

Além de alinhar os elementos-base que compõem a estratégia de vendas a marketing de uma empresa, os 4 Ps procuram despertar o interesse nos usuários, instigando o desejo de compra e melhorando a experiência do cliente, após a definição de cada um.

Vamos a algumas das utilidades do Mix de Marketing:

  • Definir e segmentar um público-alvo;
  • Fazer a precificação do produto ou serviço;
  • Estabelecer o diferencial do produto ou serviço;
  • Aumentar o alcance e os resultados da empresa;
  • Definir a logística de entrega do produto ou serviço;
  • Criar estratégias de posicionamento;
  • Comunicar e se relacionar com o público de modo atrativo.

Importância do Mix de Marketing

Importância do Mix de Marketing

Pense, se os 4 Ps de marketing sobreviveram até agora, em meio a tantos novos conceitos e estratégias, isso quer dizer que sua presença é essencial para as empresas, certo?

Pois bem, vamos entender a importância que esse conceito tem e como ele vem auxiliando o mercado ao longo dos anos.

Transmissão do posicionamento ao público-alvo

Por meio dos 4 Ps de marketing, você conseguirá definir o seu Produto, Preço, Praça e Promoção, ou seja, terá estabelecido os pontos de maior importância da sua marca para assim divulgar ao público-alvo.

Isso acontece porque, sem esses pilares, você não consegue passar realmente o que a sua empresa pretende oferecer aos consumidores e o que eles podem esperar de suas ações.

Criação de estratégias integradas

Preço, Produto, Praça e Promoção são conceitos individuais, porém, eles se comunicam entre si para formar uma boa estratégia de marketing.

Isso significa que, ao aplicar o Mix de Marketing, as suas estratégias estarão integradas tanto à questão de branding e divulgação, quanto no quesito vendas e investimento

Diferenciação entre os concorrentes

O simples fato de você definir os 4 Ps de marketing já poderá diferenciar você da concorrência. Isso acontece porque a sua empresa vai surgir no mercado com uma proposta única.

Tenha em mente que o Mix de Marketing deve consolidar uma imagem de algo único e relevante ao público, transmitindo sua essência, diferenciais e a proposta de valor.

Quais são os 4 Ps do Marketing?

Quais são os 4 Ps do Marketing?

Já dissemos aqui que os 4 Ps correspondem a Produto, Preço, Praça e Promoção, mas você deve estar se perguntando o que isso significa, certo?

Bom, vamos às explicações!

P de Produto

Sem um produto a oferecer, sua marca não funciona, certo?

O produto é a base da sua empresa, ele atenderá as necessidades dos seus consumidores e assim haverá retorno para sua empresa.

Para saber se o seu produto está dentro do esperado, tanto pelos consumidores, quanto para especialistas de marketing e vendas, responda às seguintes perguntas:

  • Quais são as características do seu produto?
  • Por que o cliente compra o seu produto?
  • Como o público gostaria que ele fosse? Há pontos de melhoria?
  • Como o consumidor usa o seu produto?
  • Quais são os benefícios gerados por dele?
  • Como o seu produto se diferencia do concorrente?

Assim que você tiver essas respostas à mão, utilize-as para aperfeiçoar seu produto, sempre pensando no que o cliente quer.

Uma boa forma de entender se o produto atende às expectativas do cliente é criando um Canvas da Proposta de Valor.

Outro conceito que pode auxiliar você quanto à definição de produto, é o ciclo de vida do produto que mostra  em que etapa seu produto ou serviço se encontra, e possíveis ações para posicioná-lo – ou reposicioná-lo no mercado. 

Ciclo de vida do produto

P de Preço

O preço é o que trará receita a sua empresa, ou seja, é a quantidade de dinheiro que o consumidor paga pelo produto e os benefícios gerados.

Nesta etapa você deve colocar no papel todos os custos de produção e de operação do negócio, a receita e o lucro desejado, bem como uma análise da concorrência – este ponto lhe dará um “norte” para seguir.

Faça algumas perguntas como:

  • O preço é competitivo quando comparado à concorrência?
  • Se abaixar o preço, posso potencializar as vendas?
  • Se aumentá-lo, posso melhorar o posicionamento da marca?
  • Qual é o valor percebido do produto?
  • Há algum aspecto de custos que não está sendo considerado?
  • O produto é sazonal?

Além das respostas obtidas pelas perguntas, tenha em mente qual é o real valor de seu produto, o quanto ele custa para sua empresa e o que entrega aos consumidores. 

Mais uma vez, o Canvas da Proposta de valor pode ser útil aqui!

Posteriormente, compartilhe parte desse conhecimento com o público, afinal, quanto maior percepção dos benefícios do produto, mais o consumidor estará disposto a pagar.

P de Praça

Praça aqui se refere aos canais de distribuição e aos pontos de venda – físicos ou virtuais – utilizados pela sua marca.

Esse P define por onde os seus consumidores vão se comunicar com você e realizar a compra do produto.

Para definir sua praça, pense nas seguintes questões:

  • Quais são seus canais de vendas – todos são necessários?
  • Em quais canais seu público compra com maior frequência?
  • Os canais em que seu produto é exposto têm relação com a sua marca?
  • Como é a experiência do consumidor?
  • Sua marca oferece distintas formas de pagamento e de entrega?

Fora isso, também pense nos canais e cobertura de distribuição, regiões de venda, locais de estoque, frete e logística (se necessário).

Uma dica para você que está por dentro do marketing digital: saiba que uma das maiores tendências para 2023 é a estratégia Omnichanel, que integra vários canais de vendas e contato com o uso simultâneo, interligado e planejado

Ou seja, você utiliza diversos canais, mas todos eles estão alinhados em um único objetivo geral.

P de Promoção

O último P do Mix de Marketing é o da promoção, ou seja, as estratégias estabelecidas para estimular a demanda pelo produto junto ao público-alvo.

Atualmente, com os diversos canais disponíveis, você pode promover sua marca com as redes sociais, mídia paga, blogposts, SEO, newsletters, boca-a-boca, parcerias, entre outros

Mas, fique atento para não desperdiçar esforços e investimentos em canais onde o seu público-alvo não está.

Para saber quais canais de promoção estar presente, resposta algumas perguntas:

  • Em quais meios os consumidores da sua marca estão ativos?
  • Quais são os períodos com maior engajamento?
  • De quais formatos de conteúdo seu público mais gosta?
  • Suas personas buscam produtos por mecanismos de busca, como o Google?
  • Quais são os principais influenciadores do seu segmento?

7 Passos para Aplicar 4 Ps do Marketing na sua Estratégia

7 Passos para Aplicar 4 Ps do Marketing na sua Estratégia

Agora que você já sabe o que é o Mix de Marketing e a definição de cada um dos 4 Ps, vamos ao passo a passo de como aplicar esse conceito em sua estratégia de marketing.

1. Defina o seu público-alvo

Você deve ter percebido que ao longo de todo texto falamos muito sobre o público-alvo, por isso, nada mais certo do que começar definindo quem são eles.

Lembre que o público-alvo é aquele que vai consumir seu produto, pagar o seu preço, estar na sua praça e ser atingido por sua promoção.

Para saber qual é o seu público, faça uma pesquisa de mercado e colete dados demográficos, geográficos e comportamentais.

Também pode ser uma boa ideia conversar com os clientes atuais da sua marca, em entrevistas mais qualitativas.

 Baixe agora: Framework de Cliente Ideal, Persona e Público-Alvo

2. Defina a sua estratégia competitiva

A estratégia competitiva é o “como” sua empresa pode se diferenciar da concorrência já estabelecida no mercado.

Você pode escolher entre três aspectos para se diferenciar:

  • Liderança em Custo: o objetivo é reduzir custos de produção e distribuição, oferecendo produtos de qualidade aceitável, ao mesmo tempo em que oferece preços mais baixos para obter maior rentabilidade.
  • Diferenciação: a meta é obter desempenho e qualidade superior em qualquer área importante para o cliente. Com isso, é possível aumentar a percepção de valor e aplicar preços mais altos;
  • Foco: a estratégia aborda segmentos menores, focando nas necessidades de nichos específicos para alcançar liderança em custo ou diferenciação no mercado.
 Leia também: Planejamento Estratégico de Marketing: O que é e Como Fazer

3. Defina o posicionamento de mercado

Definir seu posicionamento de mercado significa escolher uma característica ou benefício principal do seu produto para se destacar no mercado.

Esse posicionamento pode ser relacionado a diversos fatores que envolvem a sua marca, vamos a alguns deles:

  • Atributo;
  • Usuário;
  • Benefício;
  • Categoria de produto;
  • Concorrente;
  • Aplicação ou utilização;
  • Qualidade ou preço.

4. Defina as estratégias do Mix de Marketing

Chegou o momento de definir o que da sua empresa representa cada um dos 4 Ps de marketing. 

Ou seja, pense em qual é o seu produto, qual será o preço definido, em qual praça você estará presente e qual será o seu meio de promoção.

5. Envolva diferentes times no processo

Não pense que o Mix de Marketing envolve apenas a equipe de marketing! Os conceitos aqui explorados também estão conectados às áreas de vendas, experiência do cliente, sucesso do cliente e até mesmo o time financeiro para o P de preço.

Você também pode contar com o auxílio de uma equipe de pesquisa e dados para fornecer as informações necessárias para a criação de estratégias.

6. Pense na experiência do cliente

Independente da sua estratégia, tenha em mente que o cliente sempre será a prioridade.

Por isso, para cada P de marketing, pense qual será a experiência do seu cliente e se planeje para oferecer a melhor possível.

7. Crie um Plano de Marketing Operacional

Por fim, defina um plano de marketing operacional para que seu planejamento saia do papel e possa ser colocado em prática.

O marketing operacional é a tática que vai definir suas as metas, prazos, responsáveis e as etapas para consolidar cada estratégia do Mix de Marketing.

Dicas para uma Estratégia 4 Ps de Sucesso

Dicas para uma Estratégia 4 Ps de Sucesso

Para assegurar uma estratégia ainda mais eficaz, vamos às quatro dicas que podem ser essenciais ao seu Mix de Marketing.

Crie uma persona

Para cada estratégia que você criar para a sua empresa, principalmente de promoção, lançamento de novo produto ou novas funcionalidades, pense em qual é a persona – representação fictícia do seu consumidor – que deseja atingir.

Dessa forma, você facilita o trabalho da equipe, além de se aproximar do público, pois a persona já vai lhe dizer quais são as principais características dos consumidores e o que eles esperam.

 Leia também: ICP, Persona e Público-Alvo: Não Confunda esses 3 Conceitos

Faça pesquisas de mercado

As pesquisas de mercado darão a você as respostas necessárias para planejar e estabelecer suas estratégias.

Lembre-se que o cliente é o centro de tudo, por isso, nada melhor do que fazer pesquisas que sejam respondidas por eles para entender qual é a necessidade a ser sanada, expectativas, reclamações, pontos de melhora e até mesmo feedbacks positivos.

Veja qual tipo de pesquisa de mercado você pode fazer em cada um dos 4 Ps:

  • Produto: teste de produto, pesquisa de satisfação e análise da concorrência;
  • Preço: teste de produto (valor) e pesquisa de elasticidade de preço;
  • Praça: pesquisa de avaliação de canais;
  • Promoção: pesquisa de buyer persona e pesquisa de hábitos de consumo.
 Acesse Também: Panorama de Geração de Leads no Brasil

Trabalhe sempre com sua equipe

Quanto mais pessoas você envolver na hora de definir cada um dos 4 Ps de marketing, melhor será o seu resultado.

Isso acontece, pois a equipe pode ter uma visão mais ampla do negócio, além de dar novos insights que as lideranças muitas vezes não percebem por não lidarem tão diretamente com o público-alvo.

 Leia também: Gestor de Marketing: A Importância de Ter um em sua Empresa!

Pense no ambiente digital

Por mais que o conceito de Mix de Marketing tenha sido criado no século passado, isso não impede você de adaptar para o cenário atual, neste caso, o ambiente digital.

Entenda que a experiência do consumidor também mudou. 

Atualmente, a experiência de compra não está mais delimitada ao ambiente presencial. Na verdade, diversos negócios são fechados de forma online e esse cenário só vem crescendo.

Por isso, entenda muito bem o seu público e em qual ambiente ele está. 

Caso o foco seja presencial, mesmo assim não deixe de manter uma estratégia online, pois esse é o futuro.

 Saiba mais: 12 Tendências de Marketing Digital para Explorar em 2023

Conhecendo outros Conceitos: 7 Ps, 8 Ps, 4 Cs e SAVE

Os compostos de marketing não pararam no 4 Ps. Na verdade, existem outras definições que abarcam ainda mais a situação atual.

Vamos a outros conceitos que podem ser interessantes para a sua empresa.

7 Ps do marketing

Criado pelos professores Mary Jo Bitner e Bernard Booms, na década de 1980, os 7 Ps do marketing complementam os 4Ps já existentes.

Vamos ver o que foi somado a esse mix:

  • P de Produto;
  • P de Preço;
  • P de Promoção;
  • P de Praça;
  • P de Pessoas – é a área que envolve as pessoas por trás da estratégia, como colaboradores, consumidores e todas os envolvidos;
  • P de Processos – definição da estrutura, planejamento e etapas para colocar o produto no mercado;
  • P de Percepção – mostra quais são as impressões e sensações que a marca desperta no cliente.

8 Ps do marketing

8 Ps do marketing

Outra complementação dos 4 Ps foi criada por  Philip Kotler e Kevin Lane Keller, somando mais 4 Ps ao mix original.

Confira:

  • P de Produto;
  • P de Preço;
  • P de Promoção;
  • P de Praça;
  • P de Pessoas – aqui estamos falando do marketing de relacionamento, estratégia que visa aproximar o cliente da empresa;
  • P de Processos – chamado de marketing interno, esse P diz respeito às ações internas da empresa, seus fluxos e organização;
  • P de Programas – marketing integrado, pense em quais são os programas que estão presentes em sua estratégia de marketing e vendas;
  • P de Performance – marketing de performance, está relacionado a como você vai medir os seus resultados.

4 Cs do marketing

4 Cs do marketing

Criados em 1990 por Robert Lauterborn, os 4 Cs do marketing tem o objetivo de traduzir a perspectiva do consumidor.

Por isso, cada C representa:

  • C de Cliente – o ponto de partida é o cliente;
  • C de Custo – qual é o preço?;
  • C de Comunicação – estratégia de divulgação;
  • C de Conveniência – quais são os canais de venda?

SAVE

Por fim temos o SAVE, conceito focado no mercado B2B e qual é a real necessidade do consumidor. A proposta aqui é substituir cada um dos 4 Ps pelo SAVE.

  • Solução – Produto;
  • Acesso – Praça;
  • Valor – Preço;
  • Educação – Promoção.

Com isso, entendemos que o SAVE propõe que as empresas entreguem soluções aos problemas dos consumidores, ao invés de só focar no produto; ofereçam acesso ao produto, não apenas criando lojas; apresentem sua proposta de valor, sem focar no preço; e eduquem o público com conteúdos pertinentes, e não apenas promover o produto.

E aí, pronto para colocar em prática sua estratégia de Mix de Marketing, agrupando todos os 4 Ps?

Se você quer dar um passo para chegar ainda mais perto de bons resultados, deixe-me apresentar mais um novo conceito para incluir na sua estratégia de Promoção:

Estou falando sobre o Marketing Conversacional, a tática que visa conversar em tempo real e de forma personalizada com seus visitantes, tendo o objetivo de ajudá-los no processo de decisão de compra.

Se você quer saber mais sobre esse conceito e quais benefícios ele pode trazer a você, dê uma olhada nesse Guia Completo de Marketing Conversacional!

Categorias: Marketing digital

Fernanda Andreazzi

Estrategista de conteúdo na Leadster. Atua há 5 anos com Marketing Digital, Inbound Marketing, SEO - e tudo o que há de bom

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *