Como Aumentar as Vendas na Black Friday e Cyber Monday 2021

Publicado por Gustavo Luby em

Em 2020 a Black Friday brasileira, que já é uma data do calendário comercial do país, foi impulsionada pela tendência de compras online durante a pandemia de Covid-19.

Segundo um levantamento realizado pela Neotrust/Compre&Confie, no último ano houve um crescimento de 27,7% nas compras online em relação a 2019, fazendo com que a Black Friday e a Cyber Monday de 2020 gerassem 13 milhões de pedidos, com um faturamento de 7,72 bilhões, apenas nos e-commerces do país.

A data é aguardada ansiosamente por empresas e por consumidores e a cada ano ganha mais adeptos dos dois lados, se expandindo inclusive para fora do varejo, estimulando a participação de empresas de softwares, serviços e B2B.

Quer se preparar com antecedência para participar da Black Friday e Cyber Monday 2021?

Continue a leitura para entender como vender no Black Friday e planejar as melhores estratégias, logísticas e estruturas para aproveitar todo o potencial comercial da data.

O que é a Black Friday?

A Black Friday é uma das maiores datas comerciais americanas, que se espalhou para todo o mundo como uma oportunidade para as marcas e para os consumidores de fazerem ótimos negócios.

O sucesso de vendas da data no Brasil inclusive impulsionou outras versões, como Black Week e Black Month, que transformam o evento em uma semana ou em um mês completo de ofertas.

No calendário comercial brasileiro essa já é uma das datas mais importantes, com faturamento que só perde para o Natal.

Quando é a Black Friday 2021?

Tradicionalmente a data acontece depois do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos.

Em 2021, a Black Friday será no dia 26 de novembro.

O que é a Cyber Monday?

Para aproveitar a atenção e o tráfego gerado com a Black Friday, além de aproveitar a intenção de compra daqueles consumidores que acabam não comprando durante a Black Friday, foi criada a Cyber Monday. 

Sempre na segunda-feira seguinte, a Cyber Monday costuma focar em descontos e oportunidades de negócios exclusivas para eletrônicos, jogos e outros itens de tecnologia.

Quando é a Cyber Monday 2021?

Em 2021, a Cyber Monday será no dia 29 de novembro.

Como Vender no Black Friday e Cyber Monday

Para que você e seu negócio possam aproveitar todo o potencial dessas datas comerciais tão importantes para o mercado brasileiro, preparamos algumas dicas:

1. Comece cedo

Não adianta, para grandes oportunidades é preciso planejamento.

A maior parte dos erros cometidos pelas empresas em relação à Black Friday está na falta de preparo para a data, mesmo com ela já compondo o calendário anual. 

Como a data explora grandes descontos e diferenciais competitivos, é preciso pensar não só nas ofertas, mas também nos produtos, divulgação, dinâmica, logística de entrega…

O ideal é começar o planejamento da data com três meses de antecedência, sempre levando em consideração os aprendizados do ano anterior.

2. Pesquise seus concorrentes

Talvez seus concorrentes já implementem as ações de Black Friday a mais tempo do que você e tenham conquistado aprendizados que podem ser absorvidos pelo seu negócio. 

Vale pesquisar como foi a ação do ano anterior das principais empresas que atraem o mesmo público que você, além de uma análise dos preços, fretes e prazos de entrega praticados pelos concorrentes em diferentes datas de oportunidade.

Isso fará com que as suas ofertas sejam atrativas, mas estejam dentro do que é praticado no mercado e que assim não gerem desconfiança no consumidor.

3. Garanta a reposição dos estoques e negocie com as transportadoras

Não existe frustração maior para um consumidor de Black Friday e Cyber Monday do que encontrar o produto que estava procurando, com um preço dentro do que esperava e dar de cara com uma indisponibilidade de estoque.

Se você vai ofertar vantagens que não oferta o ano todo, além de contar com uma procura concentrada, as chances de que as vendas aumentem são grandes.

Para isso, se você trabalha com varejo, mantenha o estoque em dia e preveja esse aumento na saída dos produtos — principalmente aqueles com as melhores ofertas.

4. Ofereça bons negócios, dentro das suas possibilidades

É verdade que a Black Friday é conhecida por preços ou condições especiais que não são praticadas no restante do ano.

Mas essas ofertas também precisam ser vantajosas para a sua empresa.

Então, antes de sair aplicando descontos para atrair os consumidores, faça todos os cálculos para que a data seja positiva para a saúde financeira da empresa.

Além da margem de lucro, lembre-se de considerar nessa conta os custos com fretes, divulgação, melhorias na infraestrutura e logística, contratações de ferramentas ou de equipe temporária. 

5. Utilize gatilhos mentais

Durante a Black Friday o consumidor é bombardeado de informações e diferentes ofertas.

Uma forma de se destacar no meio de tantas diferentes marcas e soluções é explorar os gatilhos mentais nas comunicações e campanhas criadas para a data.

Um gatilho mental é uma informação que parece estar solta em um texto, mas que provoca uma reação automática por parte do usuário de um serviço ou produto.

E é exatamente essa lógica que os gatilhos mentais para vendas seguem, uma vez que eles são utilizados justamente para que uma compra seja estimulada a ser feita.

Você pode conferir mais sobre essa técnica de persuasão no conteúdo: 9 Gatilhos Mentais para Vendas que Ainda Funcionam em 2021

6. Defina seus canais de atuação

Hoje os canais de venda para comércio são diversos!

Você precisa definir (novamente com antecedência para não ter surpresas ruins ao longo do caminho) quais serão os canais explorados.

Para as vendas, você pode optar por venda física, e-commerce próprio, plataformas de lojas virtuais, marketplaces, plataformas de venda através de redes sociais como o Instagram e o Facebook Shopping.

Lembre-se que, ao optar por mais de um canal de venda, é fundamental que a atualização do estoque esteja integrada, para que não aconteça de vender um produto que não está mais disponível.

7. Crie campanhas criativas

Mais uma vez, para que seu conteúdo e campanhas se destaquem é preciso explorar mais do que o padrão.

Seja criativo no texto, no visual e no formato dos anúncios criados. 

Nós temos alguns conteúdos que podem auxiliar na hora de pensar em alternativas criativas para as suas campanhas:

8. Prepare a estrutura do seu site

Se seu site não aguentar o volume de acessos e apresentar problemas técnicos, as vendas não serão concluídas, mesmo que você atraia o público certo com as ofertas certas.

E você não quer que isso aconteça, certo? 

Então faça testes e invista em estrutura para garantir que não haja quedas ou lentidão, ative certificados de segurança.

Além disso, pense em funcionalidades e facilidades para o usuário ao acessar seu site como o uso de gadgets de pagamento seguros e conhecidos e a otimização do site para uso em dispositivos móveis.

Facilite também o acesso à informação durante a campanha, pois é comum que surjam muitas dúvidas.

Você pode deixar em um lugar de destaque a política de privacidade e termos de uso da loja, oferecer um FAQ com as perguntas recorrentes, oferecer um canal de contato com a equipe de vendas ou implementar um chatbot ou assistente virtual para facilitar a interação.

9. Aproveite a oportunidade para rodar testes

Com os consumidores mais abertos para as compras, esse é um excelente momento de ter tudo otimizado para aproveitar todo o tráfego e gerar melhores taxas de conversão.

Aproveite os meses que antecedem a promoção para criar diferentes versões, analisar os resultados e seguir com versões similares àquelas melhores sucedidas.

Você pode explorar testes nos textos e visuais dos anúncios de divulgação, nas páginas do site e Landing Pages, nos banners com os destaques, nos e-mails disparados para a sua base de contatos,

10. Aborde seus visitantes proativamente

Levar um tráfego qualificado para o seu site não garante que as vendas aconteçam.

São muitos fatores envolvidos até que uma compra seja finalizada.

E, para estimular a conversão, você pode abordar proativamente aqueles consumidores que estão passeando pelo seu site.

Uma forma de fazê-lo é implementar chatbots ou assistentes virtuais, sistemas de inteligência artificial que geram conversas automatizadas e de interação entre sistema e consumidores, através de textos pré-definidos e direcionados de acordo com o perfil de cada visitante.

A ferramenta simula o atendimento humano dentro de um contexto com o qual o consumidor já está familiarizado: o das mensagens instantâneas. 

Assim você aborda os visitantes, melhora as chances de conversão e não precisa envolver o time de vendas, que fica focado em atender quem realmente já chega com a intenção de compra.

11. Personalize sua comunicação

Deixe claro na comunicação focada na Black Friday que as oportunidades ofertadas se restringem a essa data.

Isso cria um senso de urgência no consumidor, que já está acostumado com essa dinâmica e que sabe que a chance de comprar aquele produto de forma mais atrativa é agora. 

Use esse direcional não apenas nas campanhas de mídia paga, mas no seu próprio site e publicações nas redes sociais.

12. Tenha um plano para atuar com sua base de leads e clientes atuais

Investir em campanhas de tráfego durante a Black Friday é importante, mas você também deve aproveitar um grupo de consumidores de atração mais fácil e com um investimento necessário menor: a sua base atual de leads e clientes.

Crie campanhas direcionadas para esses consumidores e oferece vantagens exclusivas para quem já tem contato com a sua marca desde antes da data comercial.

Assim, você aumenta a fidelização e diminui o custo de aquisição de novas vendas. 

13. Organize sua equipe de atendimento para a data

O atendimento faz toda a diferença em uma experiência de compras e uma experiência ruim pode ser determinante para a desistência de uma compra ou de uma nova compra com a mesma marca no futuro.

Com o maior volume de procuras em um curto período de tempo, seja um dia ou uma semana, a sua equipe precisa estar preparada.

Agilidade de atendimento e precisão das informações são fundamentais para os consumidores com dúvidas que querem comprar.

E o atendimento pós-venda também precisa ser reforçado, pois com o aumento de vendas também podem aparecer clientes com dúvidas, reclamações, trocas ou desistências nos dias posteriores à campanha.

14. Crie uma seção com Perguntas Frequentes 

Como comentamos, muitas dúvidas surgem quando descontos ou vantagens são aplicadas.

E, principalmente para um público que não está acostumado a comprar online ou que teve pouca experiência com esse tipo de compra, é importante resolver essas dúvidas o mais rápido possível. 

Então, reúna as perguntas mais frequentes, de forma objetiva, em um FAQ e deixe exposto no site em um lugar de destaque e em forma de link dentro da descrição dos produtos, para agilizar as respostas que o consumidor precisa.

15. Defina uma jornada pós Black Friday

O momento de Black Friday e Cyber Monday geram uma explosão de vendas e de resultados, mas você não precisa esperar até a próxima data comercial para ver resultados novamente.

Com a entrada de novos clientes, você deve criar uma jornada de contato e de reativação desses contatos, para explorar aqueles que tiveram uma boa experiência de compra com a sua empresa.

Novas ofertas apenas para quem comprou na data ou produtos complementares ao que foi adquirido podem ser oferecidos, aumentando a chance de fidelizar esse novo cliente.

16. Aproveite a Black Friday Fora de Época da Leadster!

Tem receio de levar tráfego para o site, mas não conseguir a conversão que deseja para a Black Friday e Cyber Monday?

Investir na otimização da conversão de leads é a pedida certa. 

Com a ferramenta de marketing conversacional da Leadster isso é possível e o melhor é que também entramos na antecipação da Black Friday para que nossos clientes possam chegar até a data mais do que preparados!

Vamos adiantar a nossa Black Friday para que os clientes possam implementar a Leadster no site e converter mais na data. 

Confira todos os detalhes da ação na página da campanha e aumente suas vendas na Black Friday 2021!

Compartilhe agora!
Categorias: Estratégia

Gustavo Luby

CMO da Leadster, há 6 anos empreendendo no setor de tecnologia, apaixonado por CRO, Growth Hacking e Mídia paga.