Fazer o texto de anúncios digitais vem com uma série de recomendações e boas práticas. Algumas dessas práticas, inclusive, são até obrigatórias. 

A questão é que muita gente acaba nem lembrando dessas orientações das plataformas até o momento de realmente fazer o anúncio. 

E aí você está lá, na correria para colocar seu anúncio no ar, e acaba tendo que sair pesquisando na ajuda do Google e da Meta para lembrar o tamanho dos textos.

Isso seria chato se não fosse tão comum. Na rotina de um profissional de marketing, essa é só mais uma segunda-feira. 

Mas a gente consegue te ajudar, não importa o dia da semana! Nesse texto, trouxe todas as recomendações de tamanhos do texto de anúncios digitais, contando também com alguns esquemas que mostram onde seu texto fica e o que ele precisa ter. 

Ah, e temos também uma ferramenta grátis e absolutamente útil para te ajudar na criação desses textos de anúncios digitais! Mais sobre isso logo abaixo: 

Quais são os tamanhos do texto de anúncios digitais?

Mulher com expressão de dúvida

Acho bacana a gente já começar o texto falando direto sobre os tamanhos dos anúncios digitais porque essa é a informação que você veio buscar, certo? 

Bom, a diferença entre os tipos de anúncios está no nível dos caracteres, então à primeira vista elas podem parecer bem pequenas. 

Mas isso é porque, no nível do tamanho de textos para anúncios, um caractere faz uma diferença enorme. 

A diferença entre 40 caracteres e 80 caracteres, por exemplo, é minúscula. É a diferença entre a frase “aqui estão 40 caracteres como exemplo, ok?” e “Trouxe aqui um exemplo de 80 caracteres agora pra gente conversar melhor sobre eles”. 

Mas para os anúncios essa diferença é enorme, principalmente porque o design dos anúncios é bastante limitante. 

Muita gente acaba sofrendo para criar esses textos nas Mídias Pagas, sejam elas Google Ads ou os variados Social Ads

Para resolver esse problema, criamos nosso Contador de Caracteres para Marketing. Nele, você escolhe a plataforma do seu anúncio e produz o texto de acordo com os limites de cada uma. 

É simples, grátis e você pode usá-la agora clicando nesse link. E agora é hora de explorar os tamanhos de cada anúncio e o formato dos anúncios também. Olha só: 

Facebook Ads

O Facebook Ads, parte da suite de anúncios da Meta, é um ótimo exemplo pra gente conversar melhor sobre tamanhos máximos e tamanhos recomendados de textos. 

Veja, por exemplo, o tamanho dos textos para anúncios com posts comuns, sem carrossel ou vídeo, e a gente conversa um pouco mais sobre isso: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Facebook Ads.

Perceba como o tamanho máximo em smartphones é 550 caracteres, e o tamanho recomendado é 80 caracteres. Qual é a diferença entre os dois? 

Simples: uma diferença em visualização. O que o Facebook está te dizendo é que, caso você ultrapasse o tamanho recomendado dos seus anúncios, o texto vai ficar truncado ou será necessário clicar na aba “Ver mais” para ler o resto.

Em alguns casos, tudo bem! Mas isso pode impactar suas taxas de conversão

Agora vamos acompanhar as dimensões para os anúncios com Carrossel do Facebook: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Facebook Ads.

Aqui não houve nenhuma alteração no texto. A única diferença está nas dimensões das imagens. No caso de carrosséis, somente imagens quadradas, 1080×1080, são permitidas. 

Nos anúncios de posts simples, você também pode usar imagens na resolução 1080×1350 para imagens retangulares, caso você prefira. 

Simples, não é? Então vamos para uma transcrição rápida. O tamanho dos textos para anúncios do Facebook é: 

  • Anúncio de post simples no feed para smartphones: máximo 550, recomendado 80. 
  • Anúncio de post simples no feed para desktop: máximo 750, recomendado 125; 
  • Anúncio carrossel para smartphones: máximo 550, recomendado 80;
  • Anúncio carrossel para desktop:  máximo 750, recomendado 125.

Instagram Ads

O Instagram Ads também é parte da suite de anúncios da Meta Ads. Seu caso é bastante similar ao do Facebook: você precisa ficar de olho tanto no tamanho máximo quanto no tamanho recomendado para não ter seu texto cortado. 

As diferenças com o Facebook são bem grandes. O Instagram, sendo bastante simples nos seus anúncios, acaba tendo o mesmo limite de texto tanto para smartphone quanto para desktop. 

Veja logo abaixo o limite de texto de anúncios digitais do Instagram para anúncios com uma só imagem: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Instagram Ads.

O texto primário é o que a gente entende como a legenda de um post não patrocinado, seguindo inclusive as mesmas limitações de texto. 

Uma outra diferença para o Facebook Ads está no design. O Instagram limita a resolução em 1080×1080 mas permite proporções diferentes: em 16:9 ou 9:16 (formato selfie). 

Para anúncios com carrosséis, as limitações do texto de anúncios digitais são as mesmas: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Instagram Ads.

E o último formato de anúncios, apesar de não incluir texto, são os stories. 

Deixei aqui pra você dar uma olhada no design, que também muda bastante: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Instagram Ads.

Vamos para a transcrição dos limites de texto de anúncios digitais para o Instagram: 

  • Post comum no feed para smartphones: máximo 2200, recomendado 125; 
  • Post comum no feed para desktops: máximo 2200, recomendado 125; 
  • Post carrossel para smartphones: máximo 2200, recomendado 125;
  • Post carrossel para desktop: máximo 2200, recomendado 125; 

Um pouco mais sobre as dimensões de stories no Instagram

Uma ótima ideia para garantir o tamanho dos stories é sempre pensar em termos de pixels.  

O tamanho dos stories deve ser sempre 1920×1080, resolução conhecida como Full HD.

Apesar da 9:16 até poder ser atingida com uma resolução menor (ex.: 1280×720, ou HD) o algoritmo do Instagram costuma “ajustar” a imagem caso você opte por não usar a de 1080p.

É algo que o LinkedIn também faz, mas com o tamanho do arquivo. No caso dos stories, pode acontecer do Instagram dar um zoom absurdo no seu anúncio, desconfigurando tudo e até escondendo CTAs.

É importante sempre deixar uma margem para os stories, ok? Não deixe a imagem com informações muito importante nas bordas para evitar cortes.

Um dos cortes que acontecem muito são a de CTAs no topo e na parte de baixo dos stories. Muito por conta das informações que já vêm automaticamente no Instagram, como a foto de perfil, a legenda e a prévia dos comentários. 

Então, concentre suas informações mais importantes, inclusive a CTA, sempre na parte central do anúncio, e evite usar as bordas superiores e inferiores.

O melhor para as dimensões dos stories é optar por não usar os 150 pixels entre a margem e o imagem.

Dessa forma, você garante que todas as suas informações vão ficar bem visíveis em qualquer smartphone, tablet ou computador.

LinkedIn Ads

O LinkedIn Ads segue um padrão similar, mas com algumas diferenças bem básicas na contagem de caracteres. 

Aliás, essa característica que os anúncios têm de ter limites de textos parecidos é explicável pelo design deles. 

Como todos os anúncios em diversas plataformas acabam tendo configurações semelhantes, é natural que os textos também tenham tamanhos similares. 

Tudo vai mudar, porém, no próximo item, quando a gente for conversar sobre Google Ads. 

Mas por enquanto, vamos ver o limite de texto de anúncios digitais para posts simples, de uma imagem só (ou um vídeo só) no LinkedIn: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no LinkedIn Ads.

Agora vamos dar uma olhada no formato Carrossel: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no LinkedIn Ads.

O limite de texto, como vimos, não mudou praticamente nada. Mas a resolução da imagem sim: aqui, ao invés de apenas imagens 1080×1080 das outras redes, você também pode inserir imagens de 1200×627. 

Muito cuidado com o tamanho máximo da imagem! O LinkedIn é notório por comprimir imagens que se aproximam do limite de 30MB e deixá-las praticamente ilegíveis. 

Vamos também ver o limite de textos para vídeos agora: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no LinkedIn Ads.

Como você pôde ver, todos os tamanhos de texto do LinkedIn Ads são iguais. Veja a transcrição logo abaixo: 

  • Post comum no feed para smartphones: máximo 700, recomendado 85; 
  • Post comum no feed para desktops: máximo 700, recomendado 255; 
  • Post carrossel para smartphones: máximo 700, recomendado 255;
  • Post carrossel para desktop: máximo 700, recomendado 255;
  • Post de vídeo para smartphones: máximo 700, recomendado 255;
  • Post de vídeo para desktop: máximo 700, recomendado 255. 

Nessa lista, os formatos de anúncios mais diferentes que você vai encontrar são os do Google Ads. 

Isso porque, é claro, a diferença entre os anúncios nas redes sociais e no Google Ads é bem grande. São plataformas completamente diferentes com limites também completamente distintos. 

O Google Ads requer texto para todos os seus anúncios da Rede de Pesquisa. Anúncios da Rede de Display não requerem texto porque eles são completamente visuais. 

Vamos para os formatos e tamanhos de texto? Vou deixar as transcrições logo abaixo das imagens, ao invés de ao final do item, pra não bagunçar demais. 

Primeiro, os anúncios básicos. Olha só: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Google Ads.
  • URL  para smartphones: máximo 45, recomendado 30; 
  • URL para desktop: máximo 45, recomendado 30; 
  • Caminho para smartphones e desktop: máximo 15; 
  • Títulos para smartphones e desktop: máximo 30 em cada, até 3 títulos; 
  • Descritivos para smartphones e desktop: máximo 90 em cada, até 3 descritivos. 

Mas o anúncio na Rede de Pesquisa tem mais alguns elementos também que compensa a gente analisar juntos. 

Esse que vimos agora é o modelo mais básico de todos. Também é possível configurar anúncios com sitelinks, pequenos links complementares que ficam abaixo do anúncio. Olha só: 

Esquema mostrando o tamanho de texto para anúncios no Google Ads.
  • Título do Sitelink: máximo de 25 caracteres no smartphone e no desktop, máximo de 2 sitelinks; 
  • Descritivo do Sitelink: sem limite máximo no smartphone, limite de 30 caracteres no desktop. 

Esses dois tipos de anúncios também permitem a configuração de callouts, pequenos textos complementares que ficam na parte inferior do anúncio. 

Esses callouts têm limites variáveis de texto de acordo com sua quantidade. O limite é 4 callouts e 80 caracteres divididos entre os quatro. 

10 exemplos de anúncios B2B para você se inspirar

Bom, esses são os limites de texto de anúncios digitais mais relevantes para a maioria das estratégias de mídias pagas. 

Mas ao mesmo tempo que é importante saber como escrever para que seu anúncio não perca informações, também é interessante pensar em que informações são essas, não é? 

Pois bem: é sobre isso que a gente vai falar agora nos próximos tópicos e itens. O limite do texto de anúncios é uma informação operacional, que precisa estar adequada para não atrapalhar as conversões (já salva esse post nos favoritos 😅), mas o que traz mesmo essas conversões é design + copy. 

Separei aqui nesse tópico 10 exemplos de anúncios extraídos do nosso compilado com os 100 melhores anúncios B2B. 

Aliás, você pode acessar esse material agora, grátis, em duas versões: a biblioteca de anúncios e o e-book comentado. É só clicar no banner logo abaixo 😉

Bora lá falar do que a gente gosta? 

HubSpot

Captura de tela de um anúncio da HubSpot

A HubSpot tem um costume super interessante que não é tão comum de encontrar na maioria das marcas que fazem anúncio: a economia na copy. 

Principalmente aqui no Brasil. Você com certeza já encontrou anúncios tão grandes que a própria leitura desestimulava a conversão. 

Pra ser honesto, eu mesmo já encontrei anúncios assim. No meio da leitura você até esquece que precisava do produto 😅

Nesse caso e em muitos outros, a HubSpot dá uma aula de concisão, usando a imagem para explicar seu produto e tornar a oferta mais atraente. 

Uma imagem vale mais do que os 750 caracteres máximos do Facebook. Usando apenas 40 deles, a HubSpot entregou tudo o que precisava para ilustrar seu ponto principal: use nosso CRM, feito para acompanhar as evoluções tecnológicas da forma de vender. 

Domo, Inc. 

Captura de tela de um anúncio da Domo Inc.

Como você vai ver nos próximos exemplos, a concisão no texto de anúncios digitais é a regra para a maioria das grandes empresas. 

Falar demais, como a gente estava discutindo, acaba levando a atenção do seu público para uma forma diferente de pensar: mais calma, pausada, que requer argumentação lógica e uma linguagem bastante persuasiva. 

Acontece que os anúncios digitais, apesar de serem muito beneficiados pelo copywriting, não seguem as mesmas diretrizes que ajudaram muitas marcas a vender no passado, no auge da redação publicitária. 

Antigamente, escrever um texto de 700 palavras para um anúncio era perfeitamente natural. Hoje, o limite é de 500 caracteres

E esse limite já é muito exagerado. A maioria das pessoas espera que um anúncio seja simples e direto, então se adequar a essa linguagem é uma necessidade, não uma inovação. 

Myopolis

Captura de tela de um anúncio da Myopolis

Trouxe um contraste bacana aqui pra gente conversar sobre essa necessidade de ser curto e conciso no texto de anúncios digitais. 

Tenho certeza que alguns leitores devem estar discordando do texto nesse momento, mas me acompanhem e, se meus argumentos não te convencerem, é só deixar um comentário no final da leitura que a gente conversa melhor, ok?

Esse caso do Myopolis é um exemplo claro de que a copy deveria ter parado no primeiro ponto final. 

A imagem já está dizendo bastante: “responda em segundos, não em minutos”. A primeira parte da copy também: “reviews são difíceis de administrar. E como o dono de um pequeno negócio, fica ainda mais difícil”. 

Pronto! O que mais o anúncio precisa dizer? A primeira parte da copy e a imagem já estão comunicando super bem o serviço oferecido: responda reviews e solicitações de um jeito simples. 

Quando o texto do anúncio ultrapassa o valor recomendado, a aba “Veja mais” aparece, mas ela raramente é clicada pelos usuários. 

O ponto positivo desse anúncio é que, mesmo com a aba “Veja mais” atrapalhando um pouco a leitura, a mensagem principal foi transmitida com sucesso. 

Mesmo se o público não ler o resto do texto, o que está disponível a uma primeira olhada é forte o suficiente para trazer bastante conversões. 

Cultura Dobra

Captura de tela de um anúncio da Cultura Dobra

Trouxe esse anúncio para falar de uma outra prática interessante para lidar com as limitações de texto em anúncios digitais quando você realmente precisa falar muito. 

A primeira parte da copy desse anúncio está pedindo uma explicação maior para relacionar o produto à informação disponibilizada. 

Nesse caso, seria difícil incluir esse texto cinza inteiro na legenda e ainda colocar uma CTA convincente e interessante. 

A solução que a Cultura Dobra encontrou foi aplicar o texto direto na imagem. Você também pode fazer o mesmo nesses casos! 

Só tome cuidado com a diagramação e até na própria quantidade de texto. Pense bem se o texto complementar é realmente necessário ou se ele não desestimula a leitura do anúncio. 

E evite cometer o erro principal desse anúncio: colocar a fonte do texto na mesma cor do plano de fundo. 

Sua Imprensa

Captura de tela de um anúncio da Sua Imprensa

Trouxe esse exemplo pra gente analisar juntos o que acontece com textos que extrapolam o limite recomendado do Instagram. 

Depois que você clica em “Ver mais”, o texto abre normalmente e fica como uma legenda comum no Instagram, sem maiores problemas. 

A única barreira de um texto que ultrapassa o recomendado é essa: ter que clicar. É uma ação extra que seu público vai precisar fazer para compreender seu anúncio na totalidade. 

Se isso puder ser evitado, evite. Se não, o design acaba não sofrendo tanto assim. Só evite ultrapassar o recomendado e escrever um textão gigantesco: aí você acaba perdendo seu público por não conseguir prender sua atenção. 

ManyChat

Captura de tela de um anúncio da ManyChat

Outro caso em que o limite recomendado foi extrapolado com sucesso! 

Esse anúncio nos mostra que, quando é necessário ir além, só colocar um bloco de texto intimidador é uma péssima ideia. 

Decorando com alguns emojis, fazendo uma lista mais palatável e indo direto ao ponto mesmo extrapolando o limite, você ainda consegue boas conversões. 

A realidade de quem trabalha com anúncios e gestão de tráfego exige essa criatividade. Você vai encontrar, em muitos casos, situações onde é obrigatório incluir o texto extra. 

São casos de compliance, casos de exigência da diretoria, necessidades específicas dos SDRs e da equipe de vendas, a lista é infinita. 

Saber lidar com essa necessidade exige criatividade e jogo de cintura. E esse anúncio nos entregou muito bem os dois pontos. 

Contently

Captura de tela de um anúncio da Contently

Mais um caso onde a copy concisa e a copy contida na própria imagem, além do texto complementar que o Facebook oferece para a CTA, trabalham juntas para entregar um bom volume de texto sem desconfigurar o anúncio. 

Esse é um ponto que ainda não conversamos mas que compensa muito falar sobre. Você não tem só o texto descritivo (a legenda do post) para trabalhar. Existem outros elementos que te ajudam a montar sua oferta e sua argumentação. 

Aqui nesse exemplo, a Contently aproveitou 4 formas diferentes de incluir um texto persuasivo. No título, no descritivo, e até na meta descrição do site, que mesmo cortando um pouco ainda trouxe uma unidade extra de sentido para o anúncio. 

A lição que extraímos desse exemplo é que você pode e deve usar todos os recursos de texto disponíveis para o seu anúncio. 

Dessa forma, você comunica o que quer e não corre o risco de afastar seu público por ter seu texto inteiro condensado em um grande bloco difícil de ler. 

Leadster

Captura de tela de um anúncio da Leadster

Se você ainda não viu os anúncios da Leadster, está perdendo um show de memes 😅

Trouxe esse exemplo aqui também para ilustrar que a copy conversando com a imagem não precisa ter também uma linguagem super corporativa. Dá pra brincar também sem perder a efetividade. 

A imagem, mesmo no formato de meme, transmite bem a nossa intenção: formulários em Landing Pages estão ficando obsoletos.

E o texto descritivo do anúncio, além do texto na URL já estão dizendo o resto da argumentação. Tudo simples, curto e direto ao ponto. 

Sales Impact

Captura de tela de um anúncio da SalesImpact

Esse é um caso um pouco complicado de analisar, porque a imagem está ótima e dizendo tudo o que o público precisa sobre o anúncio e sobre a marca. 

Mas o texto optou por repetir a mensagem da imagem, o que deixou o anunciante sem espaço recomendado. 

A primeira parte desse texto acaba sendo desnecessária, porque ele está “explicando a piada” — ou seja, elaborando sobre uma imagem que já tem uma mensagem bem clara. 

AdEspresso

Captura de tela de um anúncio da AdEspresso

Trouxe esse último exemplo pra gente conversar melhor sobre os carrosséis, e como os textos que o acompanham devem ser feitos. 

Os carrosséis são bastante usados para apresentar mais texto nos anúncios, então a legenda acaba não precisando ser muito grande. 

Essa é uma ótima alternativa quando você está percebendo que seu texto vai acabar ficando grande demais e você não tem o que fazer. Coloque tudo nos carrosséis! O limite é de 10 imagens, então você tem espaço de sobra para comunicar tudo o que você precisa. 

Nesse caso, essa comunicação foi feita através de testimonials, que são fáceis de conseguir com seus clientes fiéis e explicam mais do produto sem aquela linguagem corporativa que muitos anúncios amam seguir. 

10 dicas para unir copywriting e criativo na hora de fazer anúncios

Mão segurando um Smartphone

Com esses exemplos, vimos que é absolutamente necessário encontrar uma convergência, ainda que pequena, entre criativo e texto. 

É assim que você vai conseguir economizar nos títulos, descrições e legendas. Sem esse trabalho, somente um elemento do seu anúncio vai ter toda a carga cognitiva do seu público, o que pode desmotivar a leitura e reduzir a taxa de conversão. 

Já ouvi bastante gente dizer que “muito texto não funciona porque as pessoas não gostam de ler”, mas não é bem por aí. 

Não é questão de gostar de ler, mas sim de não gostar de ler anúncios. A verdade é que ninguém gosta e se interessa por anúncios naturalmente. O nosso trabalho é tornar esse interesse mais fácil. 

E a forma de fazer isso é através da economia, da objetividade, da criatividade e do respeito pela mídia e pelo que ela representa. 

Mas como atingir esse nirvana das mídias pagas? Trouxe aqui 10 dicas fundamentais. Me acompanhe: 

Defina uma dupla designer – redator

Criatividade começa com criativos. Para ter anúncios criativos, você precisa de pessoas criativas. 

E em uma agência ou departamento de marketing, os redatores e designers são a grande expressão da criatividade. É deles a responsabilidade pela pesquisa de referências e a criação de anúncios impactantes. 

Porém, essa dupla precisa ser apoiada pelo setor de tráfego e Marketing de Performance da empresa. Bom briefing, boa determinação de público-alvo e um ótimo processo de revisão são fundamentais pra tudo dar certo. 

Não tenha medo de usar a IA

A Inteligência Artificial tem algumas limitações, mas ela é ótima para te trazer boas ideias e adiantar alguns aspectos mais chatos do trabalho. 

Você pode estar com problemas para reduzir seu texto, por exemplo. Ou você tem dezenas de propostas para textos de anúncios digitais, todas ótimas, mas todas também acima do limite. E aí? 

Simples: hora de chamar o ChatGPT e pedir para ele reduzir os textos. 

Ou talvez você não tenha nenhuma ideia do que escrever em cada título. Ou talvez você precise saber mais sobre o tema. Tudo isso pode ser auxiliado pela IA. 

Só tome um pouco de cuidado: no nosso texto sobre os melhores contadores de caracteres online fiz alguns testes com o ChatGPT e ele entregou todas as opções com caracteres a mais. Sempre cheque antes! 

🔎 Leia também: 18 ferramentas de inteligência artificial para criar imagens

Encontre exemplos que já deram certo

Se você precisa de mais exemplos de anúncios, a Biblioteca de Anúncios do Facebook pode te ajudar nas suas pesquisas. 

A Biblioteca é um recurso grátis, disponível pra todo mundo — até quem não tem conta no Facebook — e que te permite estudar anúncios em exibição de outras marcas. 

Você só precisa fazer uma pesquisa rápida adicionando o seu segmento ou o nome de uma marca específica. A Biblioteca então vai te mostrar todos os anúncios em exibição com esses parâmetros. 

Temos um texto inteiro mostrando como usar a Biblioteca de Anúncios do Facebook. É só clicar no link para ler. 😉

Teste A/B sempre que possível

Testes A/B são basicamente versões diferentes do mesmo anúncio, mudando o texto um pouco aqui e ali ou adicionando outros elementos na imagem. 

Veja, por exemplo, esse teste A/B realizado pelo LinkedIn para um dos seus anúncios. 

captura de tela de um anúncio do LinkedIn

Só de colocar uma estatística na sua headline, o anúncio trouxe 37% mais cliques. Se o LinkedIn não tivesse feito esse teste, eles poderiam estar até hoje sem saber que poderiam ter quase 40% a mais de aproveitamento em cada anúncio. 

Todas as plataformas indicadas ao longo do texto permitem testes A/B. O ideal é que você nunca inaugure uma campanha com valores muito altos sem antes fazer uma checagem do que dá certo e do que não dá. 

Tenha mapeados ICP, público-alvo e persona

Atenção: esses três conceitos são diferentes uns dos outros, e você precisa entender a diferença. 

ICP, ou Ideal Customer Profile, diz respeito ao cliente ideal para a sua empresa, aquele que tem mais chances de comprar e permanecer seu cliente por muito tempo. 

O público-alvo é um pouco diferente: são pessoas que podem se interessar pelo seu produto ou serviço, incluindo aí pessoas que compõem seu ICP e até outras pessoas também, desde que elas se aproximem dele. 

Por exemplo: seu ICP é uma pessoa de 50 anos, mas seu público alvo pode ter de 30 a 60. 

Persona é um exercício de transformar os dados do seu ICP e público-alvo em uma pequena história, criando uma pessoa fictícia para ficar mais fácil conversar com ela. 

Essa facilidade transforma a criatividade de quem está produzindo o anúncio. Você não está conversando com “pessoas de 50 anos, que trabalham com marketing de um empresa e precisam de mais conversões”. 

Na verdade, você está conversando com o Osvaldo, gerente de marketing que prometeu entregar mais conversões na sua entrevista inicial e que agora, seis meses depois, ainda não conseguiu atingir esse objetivo. 

Temos um texto que elabora muito mais sobre essas diferenças. Acesse logo abaixo: 

➡️ ICP, Persona e Público-Alvo: Não Confunda esses 3 Conceitos

Foco na CTA e na oferta

Todo anúncio tem um único objetivo: a conversão. E o que traz a conversão é a CTA — a Chamada para a Ação. 

Nenhum anúncio que sai da sua mesa pode estrear sem uma CTA clara. A oferta precisa fazer sentido para o seu público, é claro, mas a CTA é o ponto mais importante. 

Todas as plataformas de anúncio trazem CTAs pré-configuradas. Mas cogite adicionar outras, tanto na imagem quanto no texto, para não perder oportunidades de conversão. 

Escreva só o necessário

Bíblia é só na Igreja. ⛪ 

Seus anúncios precisam ser objetivos, claros e simples. Lembre-se que isso não é um post comum: você está gastando dinheiro para colocar seu anúncio em exibição. 

Por conta disso, você precisa explorar ao máximo as oportunidades de conversão e reduzir também ao máximo qualquer ruído que possa atrapalhá-la. 

Não é uma questão de escrever pouco, mas escrever o necessário para o entendimento. Anúncios em segmentos diferentes vão ter textos de tamanhos diferentes. 

O maior risco que corremos na hora de criar anúncios é sermos verborrágicos. Essa palavra significa “falar mais do que deveríamos”. Não é falar muito, é falar demais. 

Panorama de Geração de Leads no Brasil 2023 - Leadster

E aí, conseguimos te ajudar com o tamanho do texto de anúncios digitais? Espero que sim! 

Por muito tempo profissionais de marketing ficaram à mercê da memória e das páginas de ajuda das plataformas para lembrar do tamanho desses textos. 

Mas pra você e a partir de hoje, essa fase já passou. 

Faça o texto direto pelo nosso Contador de Caracteres para Mídias Pagas e conte cada vírgula, letra e acento em tempo real, sem precisar ficar colocando no Facebook, voltando pro documento, voltando pro Facebook etc. 

A ferramenta é completamente grátis e você pode acessá-la agora clicando no banner abaixo. Vou ficar te esperando por lá, ok? 

Obrigado pela leitura e a gente se vê no próximo texto! 

Categorias: Marketing digital

Fernanda Andreazzi

Estrategista de conteúdo na Leadster. Atua há 5 anos com Marketing Digital, Inbound Marketing, SEO - e tudo o que há de bom

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *