Como já diz a música popular da década de 1990: “me diga aonde você vai, que eu vou varrendo”

Pode parecer algo bobo começar com tal frase, mas e se eu te disser que faz sentido com o nosso assunto de hoje: o geomarketing

Pois é, hoje vamos retratar aqui essa estratégia que pode gerar muito resultado ao seu negócio. Estamos falando sobre a localização do público-alvo, recurso que te ajuda a conhecer ainda mais o sua persona e investir em ações certeiras.

Eu não disse que fazia sentido? É bem simples: onde o cliente vai, o marketeiro vai logo atrás, varrendo.

Ditados à parte, vamos logo entender o que é geomarketing e como utilizá-lo. Siga no texto!

O que é Geomarketing?

O que é Geomarketing?

Para seguir direto ao ponto, geomarketing é uma metodologia estratégica baseada em dados de localização do usuário ou público-alvo. Seu objetivo é auxiliar a empresa em ações mais personalizadas e assertivas nas campanhas de marketing.

O conceito criado por William Applebaum teve suas bases teóricas representadas pela teoria do Lugar Central (1933) e as Teorias da Interação como a Lei da Gravitação do Varejo (1929). 

No início, o conceito era focado apenas no setor varejista, pois ajudava na análise de características do público de uma região e a partir disso eram determinadas a localização de uma nova loja física, as áreas mais favoráveis para vendas e a linha de atuação em cada lugar.

Atualmente, com o marketing digital, o conceito vem ganhando cada vez mais forma, afinal, 2,5 bilhões de pessoas – quase um terço da população mundial – já possuem um celular com GPS conectado à internet, segundo dados do Statista. Isso significa que você, marketeiro, pode acompanhar a mobilidade de seus consumidores e não terá mais desculpas para um conteúdo sem personalização, pois as informações estão em suas mãos.

Leia também: Tipos de Marketing: 39 Estratégias Para Sua Empresa

Qual a Importância do Geomarketing?

Qual a Importância do Geomarketing?

O geomarketing proporciona a você mais informações sobre seu público, ou seja, você vai conseguir delimitar ainda mais características dos consumidores e a partir disso criar ações estratégicas voltadas para cada situação.

Essa estratégia permite que os profissionais de marketing saibam o local aproximado onde seu público mora, além dos check-ins feitos em restaurantes, praias visitadas no final de semana e publicadas no Instagram ou até mesmo em quais eventos de marketing foram frequentados.

Temos que lembrar que a cada ação que fazemos na internet, estaremos dando às empresas mais informações sobre nós, nossos gostos, hobbies, objetivos etc. A partir disso, as marcas usarão esses dados fornecidos para personalizar ainda mais nossa navegação.

Além disso, o Geomarketing ajuda a empresa a:

  • Definir e otimizar de territórios de venda;
  • Selecionar canais de distribuição para produtos;
  • Orientar estratégias de precificação;
  • Captar novos clientes;
  • Definir estratégias de expansão;
  • Selecionar pontos comerciais;
  • Definir fechamento ou reposicionamento de unidades.

Porém, é necessário ficar atento, pois cada vez mais a privacidade do usuário está sendo preservada, basta você analisar quando busca algo no Google e ele logo pergunta se você quer compartilhar sua localização ou não, ação que não acontecia antes, compartilhando a localização de forma automática, sem perguntar ao visitante.

Onde Aplicar o Geomarketing?

Onde Aplicar o Geomarketing?

Agora que já sabemos o conceito e suas vantagens, nada melhor do que descobrir onde podemos aplicar essa estratégia!

Separamos aqui dois quatro momentos em que você pode aplicar o Geomarketing em seus negócios, seja você uma empresa B2B ou B2C.

Vamos lá!

Leia também: 13 Diferenças de Vendas B2B e B2C e como Otimizar sua Estratégia

Expansão

Com o Geomarketing você poderá expandir sua rede de lojas com muito mais facilidade e segurança

Isso acontece pois com os dados do marketing de localização você poderá verificar mapas com informações sobre o mercado, ou seja, você conseguirá analisar as regiões onde sua empresa deseja crescer. 

Lembre-se que você terá acesso a dados sobre a população, seus hábitos de consumo, posição da concorrência e também as questões econômicas que representam a região.

Potencial da Rede

Ainda não tem certeza quais são os potenciais do seu negócio? Fique tranquilo que o Geomarketing te ajuda!

Pense que, além de entender os hábitos de consumo do seu público, o marketing de localização vai revelar informações sociodemográficas como renda, gênero, idade, escolaridade, entre outros dados que correspondem ao local que a população frequenta.

A partir dessas informações, você já terá uma ideia de como pode ser a precificação de seus produtos, formas de divulgação e o quanto sua empresa tende a crescer no local.

Inteligência Comercial

A área de inteligência comercial é responsável pelo processamento de dados do mercado. O objetivo é obter percepções relevantes para as estratégias do negócio e, consequentemente, aumentar os resultados.

Se estamos falando de dados, já pode contar com o auxílio do Geomarketing, afinal, serão mais dados somados a sua estratégia de crescimento.

Pense em como será fazer a prospecção de vendas com dados sociodemográficos, demais não é?

Leia também: Ferramenta de Prospecção B2B: Para que Serve, Como Utilizar e Exemplos do Mercado

Abordagens Personalizadas

As abordagens personalizadas utilizadas no meio digital são chamadas baseadas no momento específico de cada visitante. 

Por exemplo, a chamada para um usuário que navega em uma página de preços será diferente da chamada para um que navega em uma página para download de um material rico.

Algumas das informações adquiridas durante essas abordagens que resultam em uma conversa e, posteriormente, na conversão de visitantes para leads são dados de interesses, páginas visitadas, preferências de compra, hábitos de consumo, histórico com a marca e outros dados fornecidos pelo próprio lead, neste caso temos o dado de localização.

Com o Geomarketing você poderá mudar a abordagem e ainda segmentar o lead entre os filtros de vendas do seu negócio. 

Exemplo: você pode utilizar vivências de clientes da mesma região do lead abordado ou até mesmo cases de sucesso que vão dar um ponto a mais de autoridade para a chamada.

A metodologia do Geomarketing

Pessoa segurando smartphone conversando com um chatbot.

Agora que você já sabe o que é geomarketing, sua importância e onde aplicar essa estratégia, chegou a hora de entender a metodologia que abrange esse conceito.

Separei aqui duas técnicas que fazem parte do geomarketing, relacionadas à localização do seu negócio. 

Por conta disso, esses conceitos determinam principalmente questões relacionadas com a sua localização, e até onde você consegue ir. 

Confira:

O que é área de influência?

Área de influência é a região ao redor do ponto comercial, ou seja, local que concentra a maioria dos clientes.

Esse conceito mostra a distância que o consumidor pode percorrer até chegar ao produto ou serviço desejado.

Podemos separar as áreas de influência em três grupos:

  • Primária: corresponde a área com 50% a 70% dos clientes ou vendas;
  • Secundária: de 20% a 30% dos clientes ou vendas;
  • Terciária: de 10% a 20% dos clientes ou vendas.

Lembrando que cada negócio tem uma área de influência única, já que têm características diferentes.

Por exemplo, padarias tendem a ter uma área de influência menor do que hospitais. Isso acontece porque os clientes estão dispostos a percorrer uma distância maior até os centros de saúde. 

No caso das padarias, quanto mais próximas elas estiverem das casas dos clientes, melhor.

O que é DNA geográfico?

O DNA geográfico corresponde ao conjunto de características que um local precisa ter visando o sucesso da marca.

Aqui você estará pensando no volume de pessoas que tem na área analisada, presença de concorrentes, renda por domicílio, comportamento dos clientes na áreas etc.

Ou seja, para fazer seu DNA geográfico, você precisará já ter sua área de influência consolidada para então estudá-las e  caracterizá-las.

Como Fazer o Geomarketing?

Como Fazer o Geomarketing?

Você já sabe onde aplicar, agora falta o “como”.

O geomarketing hoje é feito principalmente por meio do marketing digital. Ações localizadas, como o outbound e até o marketing de guerrilha, também trabalham características mais básicas do geomarketing. Mas é na internet que ele realmente brilha. 

O passo a passo para sua implementação é bem simples. Hoje, o geomarketing é um recurso fundamental da maioria das plataformas de mídias pagas.

Confira:

  1. Entenda seu público-alvo;
  2. Descubra onde ele está;
  3. Defina seus objetivos;
  4. Crie o conteúdo;
  5. Agende suas campanhas;
  6. Personalize e segmente suas ações.

Vamos falar mais sobre isso ao longo do texto, não se preocupe. 

Agora, vamos conhecer três soluções para auxiliar você a fazer o Geomarketing da sua empresa!

Softwares

Os Sotfwares SaaS – software as a service – de Geomarketing são uma alternativa para você que quer algo rápido e prático.

Nesse formato não é necessário fazer nenhum download, basta criar uma conta e fazer sua assinatura.

Indicação: Localização de Leads da Leadster. Mesmo não sendo um SaaS específico de geomarketing, a Leadster oferece uma funcionalidade que ajuda na qualificação e distribuição de leads, ao adquirir a localização dos mesmos.

Consultoria

Sua estratégia de Geomarketing pode contar com um serviço de consultoria.

As consultorias de marketing de localização são as responsáveis por realizar os estudos sobre o mercado, que proporcionam uma visão geral dos territórios e pontos comerciais, além de contar com uma equipe de inteligência comercial para prospectar ainda mais clientes.

Indicação: Consultoria da Geofusion.

Ferramentas gratuitas

Por mais que essa alternativa não entregue um estudo de Geomarketing tão aprofundado, é uma boa solução para você que está começando.

Aproveite os dados de localização com as ferramentas gratuitas, como:

  • Google Earth;
  • Google Maps – Street View;
  • Fusion Tables;
  • BatchGeo;
  • Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como Usar o Geomarketing?

Como Usar o Geomarketing?

A estratégia de Geomarketing vem inovando a cada ano, por isso, existem diversas formas de utilizá-la.

Vamos a alguns exemplos de estratégias baseadas no marketing de localização e como as empresas estão as utilizando.

Geotargeting

Geotargeting nada mais é do que segmentar o público conforme a localização.

Desse modo, você pode criar campanhas, como por exemplo de mídia paga, segmentadas pelo país, região, estado, cidade e bairro em que o seu consumidor está. 

Sites personalizados

Sabe quando você entra em um site e ele pergunta se pode obter sua localização?

Então, esse é um recurso implementado pela empresa para oferecer a você conteúdos mais personalizados segundo a sua localização.

Geofencing

A estratégia de Geofencing visa oferecer conteúdo em tempo real segundo a movimentação do usuário – captada pelo GPS.

Isso significa que quando um dispositivo entra em uma área pré-determinada pela empresa, o consumidor vai receber um conteúdo por uma notificação no celular, e-mail, SMS sobre o produto ou serviço oferecido.

Check-ins

Sabe quando você realiza um check-in no Facebook ou Google?

Pois bem, você estará oferecendo dados sobre a sua localização e, como os marketeiros não perdem tempo, vão utilizar essa informação para oferecer um desconto, um produto exclusivo ou um brinde da empresa em que o usuário fez check-in.

Geotagging

Você já marcou sua localização em algum post ou story do Instagram ou Facebook, certo? Essa é a estratégia do Geotagging.

Ao realizar essa ação, além de fornecer mais informações sobre seu local, você estará divulgando, de forma espontânea, uma marca.

Geofiltros

Por fim, nós temos os Geofiltros, muito utilizados pelo Snapchat. Com esse recurso você insere filtros de localização em fotos e vídeos.

Normalmente, esse recurso identifica o local do usuário pelo GPS. São fornecidos o nome da cidade e, algumas vezes, do bairro.

Porém, você também pode utilizá-lo para divulgar sua marca, basta criar Geofiltros com sua identidade para que o público utilize ao estar em seu estabelecimento ou evento de marketing.

Como fazer Geomarketing nas mídias pagas?

Mapa com vários ícones de redes sociais.

O Geomarketing não é essencial apenas na hora de preparar suas ações ou escolher um lugar para sua loja. 

Na verdade, aplicá-lo nos canais de mídia paga é uma ótima estratégia para resultar em mais conversões, afinal, você estará anunciando para os locais e pessoas certas.

Na verdade, o geomarketing é muito popular justamente nessas mídias pagas. Elas popularizaram o termo e permitem que qualquer pessoa possa 

Pensando nisso, separei aqui um guia de como aplicar o Marketing de Localização em seus canais de anúncios pagos, confira:

💡Saiba mais: 8 Motivos para você começar a Investir em Anúncios Online

Publicidade geolocalizada no Google Ads

No Google Ads você pode segmentar as localizações de suas campanhas em países inteiros, áreas dentro de um país, por locais únicos em diversas campanhas e ainda por raio.

Aqui vou mostrar primeiro como alcançar seu público-alvo em áreas dentro de um país, para em seguida segmentar suas campanhas dentro de um raio. Confira:

Alcançando seu público-alvo em áreas dentro de um país:

  1. Faça login na sua conta do Google Ads;
  2. Vá até o “Menu” de páginas à esquerda e clique em “Locais”.
  3. Clique no “nome da campanha” que você quer editar;
  4. Clique no “ícone de lápis azul”;
  5. Digite o nome do local que você quer segmentar. Se inserir o nome de uma cidade, adicione também o nome do país;
  6. Clique em “Salvar” para adicionar o local.

Segmentando um raio para suas campanhas:

  1. Acesso sua conta do Google Ads;
  2. No “Menu” à esquerda, clique em “Locais”;
  3. Clique no nome da campanha que você quer editar;
  4. Clique no “ícone de lápis azul” e “selecione Raio”;
  5. Na caixa de pesquisa, adicione o endereço do local que você quer usar como centro do raio. Insira o raio e selecione uma unidade de medida no menu suspenso;
  6. Analise o mapa para verificar se você está segmentando a área correta;
  7. Clique em Salvar.
🔎Leia também: Bing Ads: O que é, Como Funciona e Tipos de Anúncios

Anúncios com geolocalização no Facebook e Instagram

Para aplicar a Geolocalização no Facebook Ads e Instagram Ads, você precisará acessar o Meta for Business.

O Meta for Business reúne anúncios nas duas plataformas, usando a mesma interface e oferecendo uma dashboard integrada. 

O passo a passo também é bem simples, vamos a ele:

  1. Acesso o Gerenciador de Anúncios da Meta e selecione um objetivo de campanha para o conjunto de anúncios;
  2. Acesse “Público” e selecione a origem do público;
  3. Em seguida vá até “Localizações” e siga as instruções na tela;
  4. Escolha as localizações. Você pode definir a localização pelo “Direcionamento por localização no Facebook”:
    1. Acesse sua Página do Facebook e clique em “Promote”;
    2. Selecione “Promover sua Página”;
    3. Clique em “Editar” na seção Público.

⚠️Atenção: o Direcionamento por Localização pode não ser tão preciso, por isso, a Meta oferece outras opções de segmentação, como:

  • Status de localização do público – no menu suspenso, escolha o tipo de público que deseja alcançar na localização selecionada:
    • Pessoas que moram ou estiveram recentemente nesta localização (opção padrão): usuários com residência ou localização mais recente dentro da área selecionada. Essa é uma boa opção para alcançar muitas pessoas em uma área específica durante o período escolhido;
    • Pessoas morando nesta localização: usuário com residência localizada na área selecionada. Utilize essa opção para alcançar as pessoas que residem em uma localização específica;
    • Pessoas nesta localização recentemente: usuários que listam a área selecionada como a localização mais recente. Aproveite essa opção para alcançar pessoas em uma área específica durante o período escolhido;
    • Pessoas visitando esta localização: usuários pessoas na área selecionada que estão no país de origem, mas a mais de 200 km de distância da localização da residência. Invista nessa opção se o seu objetivo for alcançar as pessoas que não residem na área selecionada.
  • Insira uma localização – adicione o nome dos países, cidades e regiões na caixa sob o menu suspenso. 
  • Procure localizações – caso ainda não tenha uma localização, selecione “Procurar” para ver países e regiões sugeridos ou utilize as localizações salvas.
  • Escolha um raio para a localização – o pino localizador é um indicador visual que fica sob a caixa de localização. Com ele você identifica as áreas relevantes em regiões geográficas maiores ou aumenta o alcance da área para além do limite geográfico.
🔎Leia também: Como Espionar seus Concorrentes com a Biblioteca de Anúncios

Ofertas geolocalizadas no Google Shopping

Por fim, você também pode aplicar a Geolocalização no Google Shopping, ou você achou que aqueles anúncios direcionados a uma loja do seu bairro apareceram aleatoriamente? 😉

Primeiro de tudo, você precisará adicionar sua empresa no Google Maps com esses três passos (fazendo pelo computador):

  1. Faça login no Google Maps.
  2. Você pode adicionar sua empresa de três maneiras:
    1. Digite seu endereço na barra de pesquisa. Vá até “Perfil da Empresa” e clique em “Adicione sua Empresa”.
    2. Clique com o botão direito do mouse em qualquer lugar do mapa. Depois, clique em “Adicione sua Empresa”.
    3. No canto superior esquerdo, clique no Menu e “Adicione sua empresa”.
  3. Siga as instruções exibidas na tela para concluir a inscrição no Perfil da Empresa.

Com a sua empresa bem definida no Google Maps, agora você precisa seguir o passo a passo do Google Ads para segmentar as localizações que abrangem o seu negócio.


E aí, pensando em quantas vezes você já compartilhou sua localização e foi afetado pelo Geomarketing? Pois é, essa estratégia dá mais certo do que muitos pensam.

Fique sabendo que a Leadster já está dentro das inovações no mercado e nós já temos esse recurso em andamento

Para comprovar isso, você pode conferir agora mesmo o case de sucesso da Imobiliária Rafael Cassio que superou em 66% a conversão do segmento!

A imobiliária além de utilizar as funcionalidades da Leadster como captação e qualificação de leads, testes A/B, agendamento de reuniões e abordagens personalizadas, investiu na localização de leads para distribuir seus leads aos vendedores conforme seus locais de origem.

Não deixe de testar por 14 dias grátis e contar para a gente o que achou!

Categorias: Marketing digital

Gustavo Luby

CMO da Leadster, há 6 anos empreendendo no setor de tecnologia, apaixonado por CRO, Growth Hacking e Mídia paga.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *