As estratégias de Inbound Marketing e de Marketing de Conteúdo tiveram um grande crescimento nos últimos anos – dentro e fora do Brasil.

A expectativa de gerar valor para as marcas e criar relacionamentos duradouros com o público sem um investimento pesado em publicidade fez com que muitos profissionais estudassem e aplicassem essas estratégias em seus negócios.

Mas muitos acabam se esquecendo de que pode ser difícil ver um retorno rápido apenas com uma estratégia orgânica, já que ela apresenta resultados a médio e longo prazo.

Por isso, ainda é essencial investir em anúncios – especialmente quando o seu negócio é novo no mercado e você nunca trabalhou com marketing digital.

Se você está pensando em investir em anúncios para potencializar os seus resultados de marketing, conheça 8 motivos para adotar essa estratégia agora mesmo – e veja as dicas dos nossos especialistas para quem está começando nessa área.

8 Motivos para investir em anúncios

Além de impulsionar todas as ações de marketing desenvolvidas, investir em anúncios de mídia paga pode trazer muitas outras vantagens.

O fato do retorno ser facilmente mensurável abre a possibilidade de começar pequeno e aumentar o investimento conforme o retorno vai surgindo, de acordo com os canais e campanhas que estiverem trazendo os melhores resultados.

Entenda agora todas as vantagens dessa estratégia de marketing:

1. Segmentação mais precisa do seu público

Ao investir através de uma plataforma de mídia online é possível conseguir uma excelente segmentação, ao atingir um grupo de consumidores muito diverso, relevante e presente, que em sua maior parte acessa as plataformas diariamente. 

Essas segmentações são selecionadas de acordo com os dados que os usuários fornecem para as próprias plataformas e é possível divulgar suas campanhas para públicos de acordo com diferentes regiões, faixas etárias, profissões, interesses, hábitos de consumo… Para citar alguns exemplos.

Também é possível destinar campanhas apenas para usuários que já seguem as suas páginas, que já acessaram o seu site ou que já demonstraram interesse em concorrentes da sua marca.

2. Ajuda a construir autoridade e reconhecimento de marca

Ao criar campanhas de marketing e impulsioná-las com os investimentos certos, você aumenta a presença da marca e cria autoridade e reconhecimento para ela. 

Assim, pode posicionar a marca na mente dos consumidores e fazê-lo de forma positiva utilizando ações, linguagem e estratégias para que seja lembrada no momento da compra ou para que conquiste autoridade como referência de mercado.

  Leia também: 7 Dicas para Turbinar suas Campanhas de Mídia Paga com CRO

3. Pode gerar uma base de seguidores mais rapidamente

Outro motivo para investir em anúncios é que eles podem auxiliar no aumento do número de seguidores mais rápido do que apenas o trabalho desenvolvido com as publicações orgânicas. 

Nós sabemos que nem de perto essa é uma das métricas que realmente mostram os resultados de uma empresa, mas ao aumentar esse número você consegue atrair novos usuários e apresentar sua solução para novos consumidores em potencial.

4. Potencializa a estratégia orgânica

A estratégia orgânica e a estratégia paga não estão disputando a atenção e os esforços do seu time de marketing: elas na verdade se complementam, criando uma estratégia 360º, e você não depende de apenas um canal para escalar o crescimento da empresa. 

Como os resultados do orgânico demoram mais a aparecer, a mídia paga entra para encurtar o caminho até os resultados, gerar leads, aumentar a presença digital e criar possibilidades de remarketing e nutrição desses contatos.

Você pode inclusive explorar a mídia paga para divulgar conteúdos orgânicos, como vídeos, blog posts, materiais ricos, etc, fazendo com que os mesmos tenham mais alcance com um público segmentado.

5. Bom para testar novos nichos ou segmentos de mercado

Anúncios online também podem ser uma boa opção se a sua empresa quer testar um novo produto ou explorar um novo nicho de mercado.

A mídia paga traz a possibilidade de entender se já existe uma demanda para o seu produto, e se as pessoas estão buscando ativamente aquela solução. 

Por exemplo, quando falamos em imobiliárias, sabemos que as pessoas já buscam organicamente a palavra-chave “imóveis para alugar em Curitiba”.

Se a demanda já existe, uma boa oportunidade é investir em Google Ads, para aproveitar o canal, a demanda e os usuários que já estão interessados na sua solução, posicionando o seu site acima dos resultados da pesquisa orgânica.

Por outro lado, sua solução pode resolver o problema de muitos usuários, mas eles ainda não sabem disso. Como comentou nosso CMO, Gustavo Luby:

“A Leadster, por exemplo, entra em um cenário assim. Oferecemos aos nossos clientes uma ferramenta de marketing conversacional, mas poucas pessoas buscam diretamente por esse tipo de solução. Nesse caso, a melhor opção de investimento para nós tem sido a rede de display, Facebook Ads e LinkedIn Ads”.

6. Ajuda a aumentar o market share mais rapidamente

Aumentar a participação de mercado é o desejo de toda marca, pois isso significa aumentar o faturamento, valor e penetração no segmento de atuação.

Ao criar novas campanhas de mídia paga é possível aumentar esse market share de forma mais acelerada do que seria fazê-lo sem esse tipo de investimento.

7. Resultados mais imediatos que outras estratégias

O investimento em mídia paga leva tráfego em grandes volumes com uma velocidade maior do que o investimento em tráfego orgânico, por exemplo.

Por esse motivo, campanhas promocionais e divulgações que precisam acontecer em um prazo específico normalmente envolvem campanhas pagas.

Mas investir em anúncios pode acontecer em qualquer tipo de campanha e objetivo, basta estar claro quais são eles. 

   Entenda melhor: Tráfego Pago e Orgânico: Qual Gera Mais Resultado?

8. Retorno 100% mensurável

As métricas precisam trazer conhecimento sobre as ações e investimentos e, principalmente, direcionar a tomada de decisão em relação à manutenção dessas ações.

E a mídia paga online oferece essa vantagem frente a outras estratégias.

As métricas são facilmente extraídas das plataformas, e você pode fazer o acompanhamento das suas campanhas e tomar decisões mais seguras com base em dados.

Quanto investir em anúncios para ter resultados?

Se você está começando agora, pode ser uma boa ideia focar em alguns poucos canais, principalmente se tem um baixo conhecimento ou baixo orçamento disponível.

Melhor aprofundar os conhecimentos no canal que tem mais a ver com a sua persona e criar campanhas bem sucedidas lá, do que tentar abraçar o mundo e fazer o insuficiente só para estar presente em todos os canais.

Conversamos com o Marco, Analista de Mídia Paga aqui da Leadster, para trazer informação com qualidade e de um especialista nesta que é uma das principais dúvidas de quem está começando a investir em anúncios.

“Recomendo que seja investido um mínimo de mil reais por canal escolhido ou cinco mil total distribuído entre os canais, para iniciar. Outra dica importante é não diminuir o investimento nem pausar campanhas, pois isso dificulta o aprendizado dos algoritmos das plataformas. É melhor começar com pouco, se a segurança para investir mais alto é o problema, e ir aumentando conforme os resultados forem aparecendo. Assim, você pode validar a escolha de canais, públicos selecionados e as próprias campanhas criadas.”

Por onde começar a investir em anúncios?

Beleza, você entendeu a importância deste investimento, já tem um orçamento definido e está ansioso para colocar sua estratégia em prática e começar a colher os resultados.

Se você ainda não tem muita experiência com o assunto, a melhor opção é contratar um profissional (interno ou freela) ou uma agência especializada em mídia paga.

Mas como você é quem tem o maior conhecimento sobre o seu negócio, seu público, seus principais canais de atuação e objetivos da empresa, já pode iniciar um planejamento de mídia para chegar com uma base para esse profissional.

Nossos especialistas, Marco e Gustavo, trouxeram mais alguns insights importantes para quem está começando:

  • Direcione o usuário para uma página de conversão que converse com o anúncio que ele clicou, com os mesmos termos, mesma identidade visual e mesmo gancho de conversão, e não simplesmente para a home do site, que pode deixar um consumidor perdido, caso ele ainda esteja em uma etapa muito inicial da jornada de compras/funil de vendas;
  • Explore o remarketing, que atrai público qualificado, com custo de clique mais barato do que de outro usuário que ainda não teve contato com a sua marca;
  • Faça testes, principalmente enquanto você não tiver um histórico de investimento, pois assim pode colher resultados e seguir pelo que está dando melhor resultado.

Por que Você Deveria Criar uma Estratégia de Marketing unindo Mídia Paga e Marketing Conversacional

Com tráfego melhor qualificado através dos seus anúncios de mídia paga, as chances de conversão no seu site também aumentam.

Se você souber criar ganchos de conversão interessantes e utilizar as ferramentas certas para transformar seus visitantes em leads, vai conseguir ter sucesso depois de atraí-los para as suas páginas. 

Para a geração de leads, a combinação de mídia paga e marketing conversacional (com chatbots ou assistentes virtuais) funciona muito bem, uma vez que esses visitantes terão um atendimento proativo e personalizado.

De quebra, a sua marca conquista informações relevantes logo no primeiro contato do visitante com a sua empresa, ajudando na qualificação.

Saiba mais sobre a junção dessas estratégias no post: Por que Você Deveria Criar uma Estratégia de Marketing unindo Mídia Paga e Marketing Conversacional.

Compartilhe agora!

Fernanda Andreazzi

Estrategista de conteúdo na Leadster, atua há 5 anos com Marketing Digital, Inbound Marketing, SEO - e tudo o que há de bom