Por que Você Deveria Criar uma Estratégia de Marketing unindo Mídia Paga e Marketing Conversacional

Publicado por Gustavo Luby em

Se o seu site recebe tráfego orgânico bastante para alimentar a captação de leads, esta é uma excelente notícia!

Mas, infelizmente, não é a realidade para a maior parte das empresas.

Investir em mídia paga pode dar o pontapé inicial na sua estratégia de marketing (e ainda fortalecer outras ações, como o Inbound Marketing). 

Uma estratégia consolidada de mídia paga combinada com o uso de marketing conversacional trará para a sua empresa tráfego melhor qualificado, leads mais interessantes e taxas de conversão mais altas

Quer entender como obter resultados incríveis com esse combo?

Confira o artigo que publicamos aqui para potencializar seus resultados com marketing digital. 

Tipos de estratégia de marketing

As estratégias e ações de marketing, de qualquer tipo, precisam estar alinhadas com o objetivo desejado pela empresa. É este o fator que norteia as decisões de marketing e aqui dividimos os tipos de estratégia assim, de acordo com o objetivo. 

Aquisição de clientes

Estratégias alinhadas com o objetivo de aquisição de clientes estão entre as mais buscadas pelas marcas, principalmente quando estas precisam melhorar os resultados de vendas.

Para empresas que querem melhorar a aquisição de clientes, a combinação de mídia paga e marketing conversacional funciona muito bem, uma vez que ela aumenta a quantidade e melhora a qualidade do tráfego e dos leads.

Com isso, os resultados também são transformadores. Vamos falar sobre cada uma destas ferramentas e sobre como combiná-las logo mais, neste mesmo artigo.

Reconhecimento de marca

Já a estratégia que tem como objetivo o reconhecimento, foca em posicionar a marca na mente dos consumidores e fazê-lo de forma positiva.

Aqui, o marketing usa ações, linguagem e estratégias para que seja lembrada no momento da compra ou para que conquiste autoridade como referência de mercado.

Nutrição de contatos

Já a estratégia com objetivo de nutrição de contatos é a ideal para empresas que já têm uma boa base de leads e que precisam se comunicar com eles.

Ela também é imprescindível para trabalhar outras fases do funil de vendas e encaminhar o consumidor em potencial através da jornada de compras, até se tornar um cliente.

As estratégias podem, é claro, ser combinadas, mas o objetivo deve sempre direcionar os esforços e investimentos principais.

O que é mídia paga?

É definido como mídia paga tudo o que envolve anúncios criados para promover uma marca.

Quando falamos em mídia paga no ambiente online estamos nos referindo aos anúncios e campanhas criadas em canais como Facebook, Instagram, Google, Youtube, Twitter, LinkedIn e tantas outras plataformas.

De acordo com a empresa americana de pesquisa e coleta de dados eMarketer, a expectativa é de que, globalmente, as empresas invistam em mídia paga online cerca de $517.51 bilhões de dólares em 2023.

Você também pode se interessar pelo post “11 Exemplos de anúncios de Facebook: como escolher o melhor”.

Como desenvolver uma estratégia de mídia paga

Para desenvolver campanhas relevantes de mídia paga é recomendado procurar um profissional especializado, para que seu investimento seja bem aproveitado e atraia um tráfego de qualidade para seu site e suas páginas de conversão.

Selecionamos aqui algumas dicas:

  • Entenda qual é o seu objetivo com cada campanha;
  • Determine o público-alvo que quer atingir;
  • Invista em bons anúncios, com boa qualidade visual e com textos persuasivos;
  • Levante a verba disponível e divida entre os canais que você quer cobrir;
  • Escolha os formatos dentro das plataformas;
  • Ative as campanhas e acompanhe os resultados;
  • Faça testes e invista naqueles que apresentam melhores resultados.

Seguindo a lógica do funil de marketing: é preciso gerar uma grande quantidade de leads no topo, para que, a cada etapa de conversão, uma parte dos contatos avance em direção à compra.

Por isso a geração de leads é importante. E, mais do que isso, a geração de leads qualificados.

Existem ferramentas específicas dentro da criação de campanhas de mídia paga para que os anúncios atraiam um público relevante, mas muitas vezes usuários que não fazem parte desse perfil determinado acabam sendo impactados.

Combinar o tráfego gerado pela mídia paga com a qualificação realizada pelo marketing conversacional garantirá leads muito mais interessantes para o seu marketing e comercial e muito mais interessados na solução que você oferece.

O que é marketing conversacional?

O Marketing Conversacional possibilita conversar em tempo real e de forma personalizada com seus visitantes, com objetivo de ajudá-los em seu processo de decisão de compra.

Através de um assistente virtual ou chatbot, você traz o seu visitante para uma conversa interativa.

Dessa forma, capta os dados de contato e qualifica o lead realizando perguntas de qualificação que geram engajamento com os visitantes do seu site institucional, landing pages e blogs, aumentando as taxas de conversão.

Como desenvolver uma estratégia de marketing conversacional

Para criar uma estratégia deste tipo, é importante entender como o contexto de aplicativos de mensagens instantâneas que transformaram a forma como nos comunicamos com outras pessoas.

São mais de 5.22 bilhões de usuários de telefones móveis em todo o mundo. 

Isso também mudou a expectativa que os consumidores têm ao entrar em contato com uma marca. São esperadas agilidade, personalização e comodidade. E grande parte disso está incluso no mundo digital.

As empresas já sabem disso: hoje, 46% de todo o gasto em publicidade e marketing está atrelado ao investimento no digital.

Ferramentas como chatbots e assistentes virtuais fazem parte do marketing conversacional, e possibilitam a personalização das interações conforme as necessidades e respostas do usuário. 

Esse tipo de ferramenta simula uma interação humana e fluida, mais próxima de um atendimento realizado por um atendimento pessoal.

A automatização dos processos e das ferramentas no marketing conversacional é o que permite que a interação seja escalável, de forma que não exista limite para a quantidade de atendimentos.

A análise de resultados também é simplificada e muito mais confiável, já que os dados ficam registrados nos dashboards das ferramentas contratadas.

Para saber como criar uma estratégia completa de marketing conversacional acesse nosso conteúdo: “7 problemas da sua empresa que você pode resolver com o marketing de conversa”.

3 motivos para criar uma estratégia de marketing unindo mídia paga e marketing conversacional

Se até aqui você ainda não estiver convencido do potencial de combinação da mídia paga e do marketing conversacional, ainda tem mais.

Confira 3 motivos para investir nestas estratégias de forma integrada:

Tráfego qualificado

Campanhas de mídia paga bem criadas e monitoradas vão atrair o público certo para seu site e páginas de conversão.

Os anúncios segmentados despertam curiosidade no consumidor, independente da maturidade dele em relação à compra.

Para isso, é preciso, mais uma vez, se atentar ao objetivo de marketing. 

O número de acessos aumentará, bem como a qualidade deste tráfego.

Leads qualificados

Transformar seus contatos (leads) em leads qualificados significa concentrar os esforços do seu time de vendas em oportunidades mais propensas a se tornar um cliente da sua marca.

Com tráfego qualificado, as chances de converter leads qualificados também aumentam.

Se, em adicional, você utilizar ferramentas de marketing conversacional, esses visitantes de tráfego qualificado terão atendimento personalizado e, de quebra, a sua marca conquista informações relevantes logo no primeiro contato com a sua empresa.

É a isto que se propõe o marketing conversacional, com ferramentas como assistentes virtuais e chatbots.

Com um atendimento automatizado e, ainda assim, personalizado, você consegue trabalhar de uma forma mais dinâmica do que com formulários estáticos, capta dados do seu lead e já começa desde o começo da interação a qualificar esse contato.

Resultados de curto prazo

Essa combinação de tráfego qualificado + geração de leads qualificados entrega resultados em curto prazo, já que potencializa a conversão de consumidores que já chegam numa fase mais avançada no funil de vendas.

Conheça a proposta da Leadster que vai triplicar sua geração de leads

Se você já investe em mídia, temos certeza que podemos melhorar a conversão do seu site apenas mantendo o seu investimento atual.

Criamos uma Metodologia Própria de Marketing Conversacional unindo 5 anos de aprendizado na construção de chatbots com as melhores práticas de otimização de conversão online.

As chamadas inteligentes geram quatro vezes mais engajamento e 3 vezes mais conversões, pois você pode oferecer exatamente o que o cliente procura dentro do processo de compra. 

Quer conhecer mais sobre a solução oferecida aqui na Leadster? Você pode acessar uma demonstração aqui ou conferir os resultados dos nossos clientes aqui.

Compartilhe agora!

Gustavo Luby

CMO da Leadster, há 6 anos empreendendo no setor de tecnologia, apaixonado por CRO, Growth Hacking e Mídia paga.