Ter ideias de conteúdo para marketing digital todo dia é um desafio.

As redes sociais, o blog, o YouTube, o podcast – sempre há a pressão para fazer algo novo, criativo e que engaje sua audiência. 

Essa pressão, em muitos segmentos, pode paralisar profissionais.

Falar sobre o que?

Como não se repetir? 

A maioria das pessoas que trabalha com conteúdo tem uma rotina bem corrida.

Além de pensar em novas ideias, é preciso desenvolver as que já estão em andamento, revisar textos prontos, publicar, mensurar… 

Mas existe um segredo para sempre ter boas ideias de conteúdo: rotina, pesquisa e validação. 

Hoje vamos falar sobre esses três pontos, com exemplos práticos, e te mostrar uma lista de ideias de conteúdo para marketing digital para acabar de vez com o bloqueio criativo. 

Começando primeiro com o mais básico: 

O que é marketing de conteúdo? 

O marketing de conteúdo é uma das modalidades mais populares do marketing digital hoje.

Temos um texto inteiro se aprofundando sobre o tema, vale a leitura 🤓

Ele é usado, em muitos casos, como ferramenta da metodologia inbound marketing.

Mas nem sempre. 

No inbound, o marketing de conteúdo trabalha no topo do funil, gerando conteúdo relevante e de qualidade para trazer mais visitantes para o seu site. 

E além de gerar esse tráfego orgânico, o marketing de conteúdo também trabalha na geração de leads – oferecendo materiais mais complexos e direcionados, como e-books, reports, webinars etc. 

Mas o marketing de conteúdo não é só uma estratégia de inbound.

Muita gente trabalha no Instagram, YouTube e redes sociais sem nem ter um site, como parte de estratégias de branding. 

O marketing de conteúdo é voltado para a apresentação de novas ideias.

Quanto mais criativas forem as suas peças, quanto mais relevantes para o seu público, mais resultados você vai ter. 

Mas de onde vêm essas ideias?

Como encontrá-las?

Conversamos melhor sobre isso no próximo tópico: 

Onde encontrar ideias de conteúdo para marketing digital?

Muita gente acaba caindo em uma armadilha perigosa: pensar sozinho em ideias de conteúdo para marketing digital. 

Essa é uma armadilha porque, quando a gente conhece nosso segmento, achamos que esse conhecimento é o suficiente para gerar conteúdo relevante. 

E veja bem: sua experiência é um ótimo guia para criar conteúdo.

Mas depender apenas dela eventualmente vai gerar o famoso bloqueio criativo – falar sobre o que? 

E além disso, outras discussões estão sendo pautadas sobre seu segmento diariamente na internet. Notícias, dúvidas, posts viralizando – tudo isso é oportunidade. 

Existem outros recursos que vão te ajudar bastante a encontrar ideias de conteúdo para marketing digital.

Separamos alguns aqui, acompanhe agora: 

Redes sociais dos concorrentes

Dar uma stalkeada nas redes sociais dos seus concorrentes para fisgar algumas ideias de conteúdo é sempre uma boa ideia. 

Mas olha só: não é pra fazer igual nem usar pautas que seus concorrentes já usaram, ok?

Você pode se inspirar por discussões que eles estão trazendo, se aprofundar nelas e até referenciar o perfil em uma espécie de co-marketing espontâneo. 

Vamos para um exemplo?

Suponhamos que você tenha uma marca de limpeza, ou um supermercado que fala sobre o assunto.

Você está sem ideias e entra no Instagram para ver o que seus concorrentes estão fazendo. 

Veja esse post da Veja: 

Copiar a ideia por trás do post é errado.

Mas está liberado usar o post como inspiração e escrever outros sobre “limpando o banheiro mesmo com preguiça”. 

A análise de um perfil concorrente no Instagram precisa passar por esse filtro.

Quais ideias adicionais você consegue captar e dar seu toque original

Isso vai facilitar bastante a procura de ideias de conteúdo para marketing digital nas redes sociais.

Mas agora um exemplo para blogs: 

Blogs dos concorrentes

Quem trabalha com blogs precisa encontrar não só boas ideias de pautas, mas também fazer uma pesquisa de palavras-chave para saber se compensa falar sobre elas. 

O ponto de partida dessa pesquisa é o momento mais difícil.

Tirar ideias do nada é muito complicado. 

Blogs dos concorrentes te ajudam de um jeito similar ao exemplo que demos sobre o Instagram.

Abaixo, um exemplo: 

Vamos pensar aqui que você trabalha com o segmento de construção civil.

Um dos blogs mais acessados do setor é o Pedreirão.

Separei seis textos da sua página principal:

Cada um desses seis textos traz várias inspirações para blogs completamente originais, falando sobre algo similar, mas completamente diferente.

Exemplos: 

  • Tipos e características de cimentos: o que é traço de concreto, o que é cimento Portland, qual cimento usar para construções na praia; 
  • 7 erros em orçamento de obras: como fazer um orçamento para reforma, como encontrar profissionais para obra pequena, como fazer lista de compras para obras; 
  • 9 fatores de concretagem: como contratar uma empresa de concreto, como construir viga de concreto armado, como encontrar fornecedores na construção civil; 
  • Tipos de telhas: o que é telha shingle, o que é telhado meia água, como fazer impermeabilização de telhados; 
  • Como construir parede de tijolos: como impermeabilizar alvenaria, onde comprar tijolos para reforma, como pedreiros levantam uma parede de alvenaria; 
  • Modelos de escadas: qual é o melhor modelo de escada, escada de concreto ou de metal, qual é o tipo de escada com melhor custo benefício. 

Isso olhando por cima: de seis inspirações, temos 36 novas ideias que precisam ser validadas como palavras-chave. 

Inspiração é isso: pegar uma pauta abrangente e tentar direcioná-la.

Essa é a marca de sucesso da maioria dos blogs hoje.

Planejadores de palavras-chave

E já que estamos falando sobre palavras-chave, as próprias ferramentas planejadoras também vão te entregar ótimas ideias de pautas, tanto para blogs quanto para redes sociais e vídeos. 

Um exemplo do Google Keyword Planner, recurso gratuito e que entrega sugestões de acordo com o que você está pesquisando: 

Meu input inicial foi “cimento queimado”.

As sugestões incluem outras variações pesquisadas no Google por pessoas reais: 

  • Parede de cimento queimado; 
  • Piso de cimento queimado; 
  • Cimento queimado Suvinil. 

Essas são apenas três das centenas de sugestões que obtive em uma pesquisa de 5 minutos.

E á partir delas, podemos encontrar várias outras ideias: 

  • Review do cimento queimado Suvinil no Instagram; 
  • Blog sobre como fazer parede de cimento queimado DIY; 
  • Vídeo com pedreiro ensinando como fazer um piso de cimento queimado; 
  • Reels mostrando como consertar o piso de cimento queimado; 
  • Carrossel mostrando 10 paredes de cimento queimado lindas; 
  • Episódio de podcast dedicado a tendências que estão voltando, incluindo o cimento queimado. 

E por aí vai. Usar essas ferramentas é ótimo para dar um empurrãozinho na criatividade naquelas segundas-feiras difíceis. 

🔎 Leitura para segundas e além: 85 Ferramentas de Marketing para Virar o Jogo da sua Equipe

Answer the Public

O Answer the Public é uma das ferramentas de ideias mais interessantes para achar pautas relevantes para o seu segmento. 

Recentemente comprada pelo Neil Patel, essa ferramenta de ideias de conteúdo para marketing digital expande uma palavra chave em várias perguntas, todas com dados do próprio Google como embasamento. 

Veja um exemplo: 

A imagem é muito grande, então fica bem difícil ver o que está acontecendo.

Você pode acessar o report completo aqui. 

O que o Answer the Public faz é organizar as perguntas que o Google mais recebe sobre uma palavra chave em várias categorias.

“Como”, “o que”, “quando” são alguns exemplos. 

Ele ainda traz outras modalidades de perguntas, somando ainda mais o número de ideias para marketing de conteúdo.

Nesse teste rápido, consegui 205 novas ideias em menos de 2 minutos. 

Grupos de Facebook e WhatsApp

Todo mundo que trabalha com marketing de conteúdo precisa participar de grupos no Whatsapp, Facebook e Telegram sobre o seu segmento. 

Nesses grupos pessoas trazem dúvidas reais e outras pessoas trazem a solução: ferramentas, respostas, relatórios, experiências pessoais e vários outros materiais que ajudam bastante a ter novas ideias de conteúdo para o marketing digital. 

🔎 Leia também: Personalização no marketing: 20 exemplos de como fazer

Dúvidas dos seus clientes

Quem tem um chatbot para o setor de atendimento da sua empresa tem uma mina de ouro nas mãos: logs de conversas sobre dúvidas reais dos seus clientes, relacionadas diretamente com o seu produto e segmento. 

Usar essas dúvidas sem identificar a origem dá muito certo no marketing de conteúdo.

Elas representam a realidade do seu produto, e portanto, ilustram muito bem seu perfil de cliente ideal. 

Pessoas na sua empresa

Último ponto mas um dos mais importantes: outros trabalhadores na sua empresa são recursos riquíssimos de informação. 

O dever de todo mundo que trabalha em marketing de conteúdo é fazer amizade com a empresa inteira. 

Você precisa estar presente em todos os grupos de departamento, conhecer pessoas chave de cada um e sempre conversar sobre as suas rotinas de trabalho. 

Quando você faz isso – abre espaço para a experiência de outros colaboradores – vai encontrar muitas histórias valiosas para o marketing de conteúdo. 

Os trabalhadores da sua empresa são fontes de informação.

É preciso respeitá-los e usá-los o máximo possível. 

Ideias de conteúdo para marketing digital com exemplos

Tudo certo sobre onde encontrar ideias?

Perfeito: agora podemos te mostrar alguns exemplos para colocar a teoria em prática. 

Mas primeiro um aviso rápido: trouxe alguns exemplos bem gerais, para você entender melhor os tipos de conteúdo que existem pela internet. 

Inspirações nunca vão sair de moda no seu trabalho.

Conteúdo original é importante, mas lembre-se: você precisa de engajamento.

Precisa de conversões.

E rápido. 

Usar inspirações aqui e ali é normal e vai te ajudar a acelerar seu trabalho.

Só lembre-se: inspire-se por elementos, não use o conceito inteiro de outra marca. 

Começando: 

Ideias de post para Instagram comercial

Se você quiser se aprofundar ainda mais nesse assunto, te recomendo nosso texto sobre copywriting para Instagram 🤓

“Instagram Comercial” tem algumas definições diferentes dependendo de para quem você está perguntando. 

Trouxe três exemplos aqui que ilustram as principais definições: um Instagram de um e-commerce, um instagram corporativo (com posts institucionais) e um Instagram de uma empresa de serviços. 

Começando com o Instagram comercial voltado para vendas: seu produto deve estar sempre em evidência, principalmente quando você tem um e-commerce. 

Claro que há espaço para uma liberdade artística – aliás, ela é fundamental para se conectar com o seu público.

Veja esse exemplo da Hyponga Shoes

Veja como não há um único post nesse exemplo em que o produto não está em evidência.

Mas todos eles seguem conceitos bem delimitados – um dia no parque, trabalhando remotamente etc. 

Para e-commerces, raramente vão surgir oportunidades onde não colocar o produto em evidência é uma boa ideia. 

Seu foco principal é vender, e mesmo que você queira contar uma história sobre os seus produtos, a foto que acompanha a legenda ainda precisa mostrá-lo bem. 

Em perfis mais institucionais, de grandes empresas, por exemplo, o mais recomendado é sempre trabalhar posts que mostram os resultados das suas iniciativas e os seus trabalhadores. 

Veja esse exemplo da Uniminas, metalúrgica mineira que faz um ótimo trabalho no Instagram: 

Perceba como o feed da Usiminas foca principalmente nas suas ações em prol da sociedade e nas conquistas dos seus trabalhadores e executivos. 

Um feed institucional – ou corporativo, empresarial – não precisa vender tanto.

Os clientes da Usiminas e de outras corporações assim valorizam outros pontos dentro do funil de vendas. 

🔎 Leia também: Topo de Funil - Estratégias e Conteúdos para essa Etapa de Vendas

O que muita gente procura em ideias de posts para Instagram comercial é o que uma empresa de serviços precisa postar.

Uma empresa que inclusive usa o Instagram como motor para os seus negócios. 

Nesses casos, é bem interessante trabalhar com dúvidas da sua área e análises aprofundadas de cases de sucesso – e fracassos. 

Um bom exemplo é o Hyeser, gestor de tráfego orgânico: 

Veja como o Hyeser publica um pouco de tudo: há uma lista de ideias para Reels, mostrando um lado mais prático. 

Há tutoriais mostrando como humanizar um perfil e ter ideias de conteúdo infinitas, mostrando um lado mais teórico. 

E há também um lado mais motivacional e que mostra o sucesso do Hyeser no seu trabalho. 

Normalmente, esses são os principais conceitos trabalhados em perfis de empresas de serviços, no segmento SaaS e produtos digitais. 

Mas ainda precisamos falar de outro ponto importantíssimo: os Reels! 

Ideias para Reels

Reels estão em alta há bastante tempo e muitas marcas estão investindo pesado neles, em praticamente todos os segmentos.

Veja mais um exemplo da marca que citamos no primeiro tópico, a Hyponga Shoes: 

Veja como eles conseguiram mesclar um post de temporada (Halloween) com o que a marca representa (cenário natural) e ainda apresentar seus produtos. 

E o melhor: com criatividade, sem necessariamente seguir uma trend. 

Mas entenda que seguir trends também é uma ótima ideia.

Elas são simples de executar e trazem uma ótima visibilidade para a sua marca. 

Alguns perfis trazem várias ideias de trends do Reels e músicas que estão em alta.

Veja uma lista: 

➡️Ramon Campos

➡️Gil Pina

➡️Rafael Bem

➡️Babi Costa

➡️John Wesley;

➡️Reels Tutorials

➡️Sala Criativa

➡️Reels Tips.

Ideias de posts para Tik Tok

O TikTok é, de longe, a rede social mais difícil de falar sobre ideias de conteúdo.

Isso porque ele depende muito não só do seu segmento, mas da época. 

Para encontrar boas ideias de conteúdo para o Tik Tok, é importante acompanhar o que está em alta no momento, usando a opção de explorar as hashtags que estão mais em alta na plataforma. 

Hoje, os tipos de posts que trazem mais visualizações no TikTok são: 

  • Desafios: eles variam em conteúdo, mas o formato vem sendo utilizado há anos. É importante entender como adaptar os desafios para a realidade da sua marca; 
  • Comentários e opiniões: sobre o que todo mundo está falando no seu segmento? Encontre alguém na sua empresa com um perfil comunicativo e dê a sua opinião também! 
  • Hashtags em alta: veja o que pode ser adaptado para a sua realidade. Muito cuidado aqui: viralizar é bom, mas é sempre melhor entregar o conteúdo certo para a audiência certa, mesmo que ela seja pequena; 
  • Dancinhas: depende muito do seu segmento. O varejo se dá bastante bem aqui, assim como empresas que têm um lado presencial muito forte, com equipes grandes; 
  • Dublagens: esse tipo de conteúdo também faz bastante sucesso no TikTok, mas tome cuidado com o teor da mensagem! 
  • Parcerias com influencers: conteúdos assim são os melhores para fazer. O TikTok tem uma linguagem própria e pode ser bem difícil para uma marca se colocar na rede sem o apoio de alguém que já a domina. 
🔎 Leia também: Meio de Funil - O Que É e Como Criar esse Tipo de Conteúdo

Ideias de conteúdo para blog

Suas ideias de conteúdo para blogs devem seguir uma pesquisa de palavras-chave. 

As pautas vão surgir de acordo com a disponibilidade de palavras-chave com baixa concorrência e bom volume de pesquisas. 

O Google Keyword Planner é grátis para quem cria uma conta no Google Ads.

Infelizmente, para você ter o número exato de pesquisas mensais, é necessário fazer pelo menos um anúncio por mês. 

Mas para ter ideias do que pesquisar nas ferramentas de palavra-chave, você precisa ter um assunto, ou pauta. Você pode encontrá-los: 

  • Estudando o seu ICP;
  • Em blogs de concorrentes;
  • Nos sites de órgãos governamentais relacionados com o seu segmento; 
  • Em sites de notícias; 
  • Em grupos do Facebook, WhatsApp e Telegram; 
  • Na sua área de suporte; 
  • Em páginas especializadas no seu segmento; 
  • Na experiência de trabalho dos seus colaboradores. 

E onde mais for possível. 

Ideias de conteúdo para YouTube

O conteúdo empresarial e comercial para as empresas é bem similar às estratégias de marketing de conteúdo para blogs – você precisa encontrar boas palavras-chave relacionadas ao que você quer falar. 

É interessante assistir vídeos sobre o seu segmento e tentar “fisgar” algumas informações que você perceber estarem incompletas. 

Também é uma ótima ideia buscar inspiração nos seus próprios blogs, transformando o conteúdo escrito em um vídeo. 

🔎 Leia também: Fundo de Funil - Como Produzir Conteúdo Para Essa Etapa

10 Ideias gerais para conteúdo em qualquer plataforma

Além dessas ideias bem direcionadas para cada plataforma, fizemos uma lista rápida aqui com as principais ideias para todas as redes e todos os segmentos. 

É importante frisar que elas são apenas ideias, com base no conteúdo sendo criado hoje e que traz bastante engajamento para as marcas, ok? 

É bom que você teste algumas e veja o que a sua audiência acha.

Meça os resultados não só com likes, mas também com comentários e visualizações nos Reels.

Além de compartilhamentos, é claro.

Começando: 

Erros

Muitas marcas hoje trabalham com as famosas “listas de erros”.

O conceito é simples: o que seus clientes em potencial fazem de errado e que fariam melhor com a sua marca? 

Claro que tudo depende do que você faz.

Segmentos de construção, por exemplo, podem trabalhar com “5 erros que todo mundo comete na hora de contratar uma reforma”

Do mesmo jeito, agências podem fazer um “A grande lista dos 50 erros de todo gestor de tráfego iniciante”. 

Esse tipo de conteúdo é interessante porque a palavra erros atrai a atenção imediatamente.

E quando você acerta em algum erro que seu cliente em potencial está cometendo, ele se sente compelido a corrigi-lo. 

Listas

Listas te permitem juntar muito conteúdo sobre um determinado tema, e dependendo de onde você coloca o conteúdo (blog ou YouTube, nesse caso), você pode trazer tráfego de pessoas interessadas em itens individuais. 

Divulgação de materiais

Outra ideia de conteúdo para marketing digital voltado para as redes sociais é o compartilhamento de conteúdo produzido em outros canais. 

Quando você produz um blog, um episódio de podcast, um vídeo, material rico etc., é sempre bacana compartilhar nas redes sociais também. 

Assim, além de você conseguir uma pauta bacana, você também divulga o seu conteúdo para mais pessoas. 

Cases

Uma das ideias de conteúdo para marketing digital que mais dão certo é a apresentação de cases de sucesso que você tem. 

Isso pode ser feito em qualquer plataforma: blog, YouTube, Instagram – inclusive em todas ao mesmo tempo. 

Cases são ótimos porque, além de gerar engajamento, eles também mostram a qualidade do serviço da sua empresa da melhor forma possível: com resultados. 

Memes & GIFs

É bem normal fazer posts de memes e gifs na página de empresas. Antigamente, muita gente torcia o nariz para esse tipo de publicação – informal demais. 

Hoje os tempos mudaram, mas veja bem: eles não mudaram para um libera geral sem estratégia.

É ok postar memes e gifs, desde que o seu público seja o adequado. 

Perguntas respondidas

Use as perguntas que seus clientes e prospects fazem todo dia para gerar conteúdo!

Essa tática funciona em qualquer segmento – do varejo físico até o SaaS. 

Essas perguntas vão ser muito bem direcionadas, e vão falar diretamente com quem tem a mesma dúvida mas ainda não chegou a perguntar. 

Ótimo para educar a sua base de seguidores e leads e, ao mesmo tempo, gerar um engajamento a mais. 

O exemplo abaixo é da Quinto Andar, que vai além de responder às perguntas: faz novas e convida os seguidores a respondê-las: 

Estatísticas

Mostrar estatísticas do mercado e notícias da sua área também é sempre uma boa ideia. 

Esse tipo de post é útil para o seu público-alvo, que na maioria das vezes não vai abrir o Instagram pra saber só as qualidades do que você oferece. 

E aí, o que achou das nossas ideias e exemplos de conteúdo? Espero que tenha gostado bastante. 

Como você faz na sua empresa?

Tem alguma ideia interessante para incluir no texto?

Deixe um comentário que incluímos com o seu nome, beleza? 

Em todas as suas ideias, o marketing conversacional vai ser um ótimo aliado para as pessoas que se interessarem pelo seu conteúdo. 

As que já estão no seu site podem saber mais sobre o que você oferece e têm mais chances de converter em landing pages conversacionais. 

E as pessoas que estão chegando das redes sociais vão ser muito bem recebidas com o seu chatbot. 

Vamos continuar essa conversa no nosso texto para você entender tudo sobre o marketing conversacional?

Vou ficar te esperando 😉

Categorias: Marketing digital

Fernanda Andreazzi

Estrategista de conteúdo na Leadster. Atua há 5 anos com Marketing Digital, Inbound Marketing, SEO - e tudo o que há de bom

1 comentário

Emanuel Benedito · 21 de abril de 2023 às 08:47

Bom dia , iniciei um curso que adquiri e ainda estou estudando as aulas e tambem ja criei um instagram e é sobre o Instagram que quero umas dicas como incrementa-lo etc

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *