Sumário

Segundo dados do Statista, estima-se que o valor atual do mercado de IA, quase 100 bilhões de dólares, cresça vinte vezes até 2030, chegando a quase dois trilhões de dólares americanos

Como já sabemos, esse setor atinge diversas outras áreas.

Estamos falando desde suprimentos, saúde, entretenimento, até marketing, análise e varejo.

Por isso, nada melhor do que entender o funcionamento da Inteligência Artificial no Marketing Digital, não é mesmo?

Além de explorar esse conceito, vamos ver aqui seus principais benefícios, como aplicar essa estratégia e quais são os casos de uso e exemplos dessa aplicação.

Borá lá!🤩

O que é inteligência artificial?

O que é inteligência artificial?

A inteligência artificial é um ramo da ciência da computação dedicado à criação de sistemas que imitam a capacidade humana de raciocinar e aprender

Podemos separar a IA em 2 principais grupos: 

  • Sistemas baseados em regras – utilizam uma série de determinações lógicas para tomar decisões. 
  • Sistemas baseados em dados – usam algoritmos de aprendizado de máquina para identificar padrões em grandes conjuntos de dados.

Essa tecnologia pode ser aplicada em diversas áreas como:

  • Assistentes virtuais – Siri, Alexa e Google Assistant;
  • Sistemas de reconhecimento de fala;
  • Sistemas de reconhecimento de imagem;
  • Recomendações de produtos – como temos na Netflix, Amazon Prime, Spotify etc;
  • Chatbots;
  • Veículos autônomos;
  • Diagnóstico médico.

Para complementar essa resposta, pedi ajuda ao ChatGPT, veja o que ele respondeu:

É simples: é a tecnologia que usa a IA para ajudar as empresas a entender melhor seus clientes e otimizar suas estratégias de marketing. A IA pode coletar e analisar dados em tempo real, para as empresas poderem personalizar suas ofertas de produtos e serviços para cada cliente.

A IA pode ser usada em várias áreas do marketing, como personalização de conteúdo, análise de dados e gerenciamento de anúncios. Com a IA, as empresas podem melhorar a eficácia de suas estratégias de marketing e fornecer uma experiência mais personalizada e satisfatória para seus clientes.

Acho que não tem resposta melhor do que essa para logo no início do texto já deixar bem claro a você, caro leitor, o que podemos esperar de Inteligência Artificial no Marketing.

Quais são os principais benefícios da inteligência artificial no marketing?

Quais são os principais benefícios da inteligência artificial no marketing?

Você já deve ter ouvido por aí que a IA vai “roubar” nossos empregos, mas, na verdade, essa tecnologia pode ajudar no seu dia a dia no trabalho.

Separamos aqui 6 benefícios que a inteligência artificial fornece ao setor de marketing.

Confira!

Melhora no relacionamento com clientes

As ferramentas de IA oferecem uma ótima experiência ao cliente, uma vez que podem dar suporte 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Ou seja, você sempre terá alguém para seguir com o relacionamento do cliente, economizando tempo para seus funcionários focarem em demandas mais urgentes.

🤿 Se aprofunde: Marketing de Relacionamento: Exemplos, Estratégias e Como Fazer do Zero

Tomada de decisão mais rápida e data-driven

Sabe aquela montanha de dados que você precisa analisar periodicamente para tomar decisões na área de marketing?

Pois bem, as ferramentas de AI dão conta dessa demanda também!

Esse tipo de plataforma analisa dados de várias fontes e identifica padrões e tendências para gerar novos insights.

🧐 Saiba mais: Data-driven marketing: o que é e como usar dados para gerar mais leads para sua empresa

Aumento no ROI das campanhas de marketing

Toda campanha criada por sua empresa, afeta seu público e converte clientes, porém, com o auxílio da IA, os resultados são impulsionados.

Isso acontece porque você terá análises mais certeiras, melhor atendimento ao cliente, conteúdos especializados e ainda otimização do tempo da sua equipe, tornando a rotina mais produtiva.

Como consequência, haverá o aumento do ROI, já que as estratégias terão menos custo e mais resultados.

Personalização de conteúdo

A própria IA, por meio de chatbots e assistentes virtuais, pode coletar os dados de seu público, analisando preferências, buscas e necessidades.

A partir disso, você pode utilizar essas informações para personalizar cada vez mais o conteúdo distribuído pelo seu negócio.

Automação de tarefas repetitivas e ganho de eficiência

A IA pode automatizar tarefas repetitivas e monótonas do dia a dia, como o envio de e-mails, criação de relatórios e gestão de campanhas publicitárias.

Dessa forma, os profissionais de marketing podem focar em atividades mais estratégicas e urgentes.

Redução de erros

Por fim, a IA também pode ajudar você a reduzir os erros mais básicos, mas que acabam passando despercebidos na sua rotina.

Um exemplo é quando as ferramentas vão inserir dados do cliente em seu CRM – sem entrada manual de dados, não haverão erros de digitação, grafia incorreta ou troca de informações.

Como aplicar inteligência artificial no marketing digital?

Como começar com a inteligência artificial no seu negócio?

Em apenas 7 passos você poderá ter a IA aplicada em sua estratégia de marketing digital, basta seguir alguns passos:

  1. Encontre um problema ou oportunidade de negócio – pense nas áreas em que a IA  pode ajudar. Exemplo: tarefas repetitivas e tediosas, análise de dados ou atendimento ao cliente;
  2. Defina seus objetivos – estabeleça qual resultado você almeja a partir da implementação da IA no marketing. Exemplo: redução de custos, aumento da eficiência ou melhoria da qualidade do serviço;
  3. Lembre-se de investir – invista na capacitação de toda a sua equipe para não haver erros durante o processo de adaptação com as ferramentas de IA;
  4. Analise as soluções disponíveis no mercado – escolha a tecnologia adequada e avalie quais soluções melhor atendem suas necessidades e objetivos;
  5. Organize suas bases de dados – faça uma avaliação das suas necessidades de dados, pois a IA depende de muitos dados para aprender e tomar decisões;
  6. Implemente os modelos de IA e integre-os aos processos da empresa – chegou o momento de implementar, testar e avaliar o desempenho dos seus modelos de IA para verificar se eles estão produzindo bons resultados;
  7. Acompanhe e otimize constantemente os resultados – por fim, é essencial você acompanhar regularmente o desempenho da IA, fazendo ajustes conforme necessário.

30 Casos de uso e exemplos de inteligência artificial no marketing

Nada melhor para você entender sobre o uso da inteligência artificial no marketing digital do que conferindo na prática alguns exemplos de empresas que já passaram por isso e se tornaram cases de sucesso.

Logo abaixo você confere 22 situações que provam os benefícios da junção de IA e marketing!

Compreensão e definição de perfis de clientes

Como vimos acima, a inteligência artificial pode ser usada para analisar dados e personalizar a experiência do cliente.

Por meio desses benefícios, você observará que a ferramenta é ótima para compreender profundamente o seu tipo de cliente.

Ao invés de utilizar personas imaginárias para a base de suas ações, com a IA você pode utilizar dados reais de clientes reais para definir esses perfis.

Um exemplo disso é a floricultura americana Teleflora

A empresa, que tem como parceiros mais de 15 mil floristas no mundo todo, utilizou a IA para criar novos perfis de clientes para facilitar sua estratégia de personalização.

Para que sua estratégia desse certo, a Teleflora combinou dados históricos de vendas, dados de clientes existentes e fontes de big data.

A partir disso, a ferramenta de IA foi utilizada para criar perfis de clientes mais abrangentes que poderiam prever o comportamento de compra futuro.

Análise comportamental e análise preditiva em campanhas publicitárias

Uma vez que a tecnologia coleta e analisa dados em abundância, obter novos insights sobre o comportamento do público se torna mais fácil.

Não parando por aí, a IA também ajuda na criação de campanhas publicitárias, já que essas são baseadas quase que exclusivamente nos dados do público para criar a segmentação certa do anúncio.

Indo além da segmentação de mídia paga, a IA se torna essencial na hora de avaliar quais anúncios comprar e qual será o orçamento investido.

A empresa que já colocou em prova esse uso de IA com marketing digital foi a rede de cafés Starbucks

Desde 2016 a marca vem acelerando sua estratégia de personalização por meio da análise preditiva junto à inteligência artificial.

Para fazer isso, a empresa utilizou o seu programa de fidelidade e aparelhos móveis dos clientes para captar novas informações e aplicar em suas campanhas publicitárias. 

O programa de fidelidade da Starbucks já tem mais de 30 milhões de membros ativos (Fonte: TheNews). As informações são processadas pela IA para prever o comportamento do consumidor e gerar campanhas personalizadas.

Ou seja, toda vez que um cliente faz uma compra no Starbucks, a data, local, horário e outros detalhes do pedido são registrados.

A partir disso, a análise preditiva feita por IA avalia os dados e cria campanhas super personalizadas.

Segmentação de público-alvo

Para saber qual anúncio direcionar para seu público-alvo você precisa fazer uma pesquisa, analisar dados e chegar a certas conclusões.

Bom, todo esse processo leva tempo e demanda muita atenção do profissional.

Com a ajuda de uma ferramenta de IA, você terá em mãos a análise de seus públicos anteriores e o desempenho de seus anúncios

A ferramenta considera os KPIs já utilizados por você e aproveita os dados de desempenho para chegar ao público-alvo com maior chance de compra.

A empresa americana de comércio eletrônico, Wayfair, é exemplo de sucesso dessa funcionalidade.

A fim de melhorar a segmentação de seu público-alvo, a marca utilizou a IA para criar modelos de aprendizado de máquina que previssem o que os clientes comprariam em seguida.

Essa tática permitiu que a empresa oferecesse produtos relevantes com base no histórico de compras e comportamento de navegação do usuário.

Monitoramento de mídia social

Ao monitorar as redes sociais, você terá mais um canal para coletar e analisar dados, consequentemente aprenderá ainda mais sobre seu público.

Com a IA você poderá acompanhar os comentários, curtidas e compartilhamentos de suas postagens nas redes sociais e, a partir disso, listar tendências.

Quem já colocou essa estratégia em prática foi a multinacional Unilever, que aproveitou o monitoramento das redes pelas ferramentas de IA para acompanhar as menções da sua marca e analisar os sentimentos do consumidor sobre a marca Ben & Jerry’s.

Moderação de conteúdo

A moderação de conteúdo quando realizada de forma manual está propensa a erros, uma vez que é uma atividade mais trabalhosa e demanda muita atenção.

Com a ajuda da inteligência artificial, você poderá automatizar todo esse processo. 

Exemplo disso é a ferramenta de moderação de conteúdo da Levity que pesquisa rapidamente todos os dados relevantes nos canais de conteúdo selecionados por você

Pesquisas de mercado e insights sobre concorrentes

Além da Unilever utilizar a ferramenta de IA para monitorar as redes sociais da marca Ben & Jerry’s, essa mesma análise de informações serve para verificar novos insights sobre os concorrentes e realizar pesquisas de mercado.

Através de uma boa pesquisa de mercado e análise dos concorrentes, você poderá planejar ações estratégicas melhor direcionadas, além de evitar repetir os erros dos concorrentes e aprender onde deve inovar.

Geração de leads

Sabe aquela tarefa de coletar dados de contato, analisá-los, segmentar os usuário e direcionar para a equipe de marketing e vendas?

Todo esse processo pode ser feito com a ajuda da inteligência artificial!

Dessa forma, você estará reduzindo a quantidade de leads desqualificados que chega até você, além de otimizar o trabalho da equipe.

Um exemplo é o LinkedIn Sales Navigator, ferramenta alimentada por IA que ajuda você a encontrar leads no LinkedIn.

🔎 Leia também: Qualificação de Leads: Dicas dos Especialistas para Receber Leads mais Quentes

Chatbots de atendimento, marketing e vendas

Se você quer automatizar e otimizar o seu atendimento ao cliente, oferecendo uma disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana, saiba que os chatbots habilitados por IA serão a solução.

Além de ser uma ótima estratégia para estreitar o relacionamento com seus clientes, você pode utilizá-lo na geração de leads também.

Dessa forma, o processo de boas-vindas, coleta de dados e direcionamento já serão automatizados e feitos de forma instantânea e personalizada.

Um exemplo é a ferramenta ChatBot.

A empresa utiliza processamento de linguagem natural (PLN) ligado à inteligência artificial para compreender o que os visitantes de um site desejam e direcioná-los ao lugar certo.

Este tipo de chatbot pode ser utilizado para gerar leads, oferecendo uma mensagem personalizada de boas-vindas e coletando informações sobre as necessidades e preferências do usuário, ajudando a personalizar sua oferta de produtos e serviços para cada cliente. 

Assim, é possível aumentar sua base de leads, melhorar a eficiência do atendimento ao cliente e coletar dados valiosos sobre seus clientes.

Otimização das taxas de conversão

IA até para aumentar as taxas de conversão?

Isso mesmo!

A maior gestora de fundos de investimento do mundo, Vanguard, buscava uma forma de melhorar o desempenho de seus posts da Vanguard Institutional nas redes sociais.

Para atingir esse objetivo, a empresa fez parceria com a Persado que ofereceu à marca a plataforma de linguagem nativa de IA.

A IA foi utilizada para gerar combinações de conceitos e frases e trazer insights sobre o público, levando os dados de volta ao negócio para entender por que os clientes se envolvem com elementos de linguagem específicos e para criar conteúdo mais eficaz no futuro.

O resultado foi a otimização de cada postagem para obter o máximo impacto, aumentando as taxas de conversão em 15%.

Otimização de criativos de anúncios

Sim, a IA também pode ser criativa!

Um caso que podemos usar de exemplos é do banco digital, Emirates NBD.

A empresa desejava personalizar ofertas para os clientes certos, na hora certa e na plataforma certa.

Por isso, também contaram com a ajuda da Persado. 

A fim de atingir bons resultados, a Persado fez um experimento e descobriu que seu anúncio gerado por IA aumentou o engajamento em 133%

Após o experimento, e com a estratégia em prática, pode-se observar que a geração de leads do banco aumentou em 177% após a IA criar os anúncios.

🧐Saiba mais: Títulos que Convertem: Princípios Validados com 215 Mil Testes

Melhora no desempenho do e-mail marketing

Por meio da inteligência artificial é possível personalizar ainda mais as suas campanhas de e-mail marketing, considerando as preferências e comportamentos do seu público-alvo. 

Uma ferramenta de IA pode otimizar o tempo gasto na criação das campanhas sugerindo ideias de assunto, horários de envio e até mesmo o conteúdo do e-mail. 

Foi isso que o e-commerce eBay fez, em parceria com a ferramenta Phrasee.

Ele utilizou o processamento de linguagem natural de IA para otimizar seus e-mails.

A tecnologia foi incorporada no processo para otimizar o assunto e a headline dos e-mails automaticamente, buscando encontrar a variação mais eficaz para o público do eBay.

Desde a incorporação dessa estratégia, as taxas de abertura do eBay melhoraram 15,8% e os cliques aumentaram 31,2%.

Crescimento do valor médio do pedido

Sim, vamos citar o Starbucks novamente… mas, desta vez o foco é utilizar a IA para aumentar o ticket médio do pedido.

Utilizando a tática de coletar os dados dos clientes assim que fizerem um pedido e ao se aproximarem de um estabelecimento, a marca começou a recomendar produtos semelhantes que poderiam somar à compra, aumentando assim o valor médio que cada cliente gasta na loja.

Automação de vendas

Até na hora de alcançar mais pessoas na sua divulgação de vendas a IA pode ajudar.

A ferramenta pode ser treinada para automatizar todo o processo de divulgação de vendas, a partir de uma análise de banco de dados na plataforma de CRM da empresa.

Exemplo disso é a startup de IA Kalendar.

A marca desenvolveu uma ferramenta que depende de bots de vendas de IA para enviar propostas personalizadas a clientes em potencial

Segundo o representante da empresa, o software reduz de sete dias para 30 segundos o tempo de espera para iniciar conversas para agendamento de consultas e reuniões. 

Preços dinâmicos

As empresas aplicam a estratégia de preços dinâmicos para gerenciar com eficiência os valores de seus produtos e serviços

Ferramentas habilitadas para IA com algoritmos de precificação integrados monitoram a concorrência e avaliam as ofertas da empresa quando identificam uma oportunidade.

Outras plataformas possibilitam uma melhor segmentação de clientes em termos de decisões de preço, ajudando os varejistas a definir preços diferentes para diferentes grupos de clientes.

A Amazon já utiliza essa estratégia integrada com IA.

A empresa muda os preços de produtos 2,5 milhões de vezes por dia.

A partir dessa ação, a Amazon conseguiu aumentar a receita em 25% usando preços dinâmicos.

Previsão de vendas

Segundo pesquisa da Salesforce, empresas que contam com o auxílio da IA têm dez vezes mais chances de obter melhores previsões e possuir um pipeline de vendas preciso.

Lembre que essa ciência é especialista na análise de dados, então para essa estratégia ela vai se basear no aprendizado de máquina (ML) e big data que contenham informações sobre vendas anteriores, para então detectar padrões em novos dados e prever resultados futuros.

A empresa de roupas, Levi Strauss & Co, reuniu a IA e um grande repositório de dados construído no Google Cloud da Alphabet Inc para aumentar o crescimento da receita

A marca utilizou machine learning para prever a demanda, personalizar o marketing, tomar decisões informadas sobre preços e prever vendas.

🤿 Se aprofunde: Dicas para Não Errar na sua Previsão de Vendas para 2023

Aumento do engajamento através de recomendações de conteúdo

Para essa estratégia, vamos utilizar o exemplo da Netflix.

Afinal, quem aqui nunca foi impactado com suas recomendações de filmes e séries?

Pois é, esse processo é todo automatizado por IA, que vai coletando dados como: avaliações sobre o conteúdo assistido, se o usuário assistiu a um programa inteiro e se o usuário pausou, retrocedeu ou avançou durante um programa.

A partir da análise dessas informações que a empresa conseguiu gerar recomendações mais assertivas e, consequentemente, aumentar seu engajamento.

Geração e otimização de conteúdo

Como a IA fornece insights valiosos sobre o público-alvo, ajuda a criar conteúdo personalizado, automatiza a distribuição do conteúdo, você já terá em mãos a geração e otimização de todo processo de conteúdo.

O exemplo que temos aqui é do Chase Bank que estava procurando uma maneira de tornar sua linguagem de marketing mais coloquial. 

A partir disso, o banco empregou aprendizado de máquina da IA para tornar as linhas editoriais e de conteúdo mais relacionáveis.  

Aproveitando, uma das ferramentas que você pode aproveitar para otimizar seu processo de criação de conteúdo é o ChatGPT.

Se quiser saber mais sobre ele, dê uma olhadinha em nosso conteúdo: ChatGPT: Um Estudo Completo – O que é e Como Usar no Marketing Digital.

Design

A IA pode ser utilizada na área de design para várias finalidades, como criação de designs personalizados, identificação de padrões e tendências no design e melhora na eficácia do design em campanhas de marketing. 

A partir dessas análises, poderão ser aplicados os insights em e-books, landing pages, anúncios e posts em rede social.

Um exemplo real é da ferramenta Adobe Sensei, que usa IA para identificar elementos em uma imagem e aplicar automaticamente efeitos e filtros com base no conteúdo da imagem.

Essa estratégia ajuda os profissionais de marketing a criar designs de qualidade em menos tempo e com menos esforço, melhorando a eficiência e a qualidade do design.

Personalização em escala

O que mais falamos aqui foi a possibilidade de personalização que a IA traz às empresas, não é mesmo?

Então nada mais coerente do que trazer um tópico sobre o assunto e com um exemplo real!

Vamos falar do caso da Michaels, maior varejista de artes e artesanato dos EUA, que buscava uma maneira melhor de personalizar as mensagens. 

A empresa vinha coletando dados sobre seus usuários, mas não tinha uma estratégia sobre como usar essas informações para formar conexões emocionais com seu público.

Foi então que a tecnologia de geração de linguagem de IA definiu os assuntos ideais para gerar engajamento, aumentando os cliques em campanhas de SMS em 41%

Soluções de suporte ao cliente

Outro tópico que falamos muito até agora foi a questão de atendimento ao cliente e como a IA vem impactando nessa área.

Na verdade, esse é um dos destaques de aplicação dessa tecnologia.

Atualmente, por meio da IA você pode ter um suporte personalizado, instantâneo e funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Quem já se beneficiou com esse tipo de uso foi a Sephora.

Em 2017, a marca lançou um chatbot de IA que tinha como objetivo proporcionar uma compra mais imersiva, além de oferecer uma nova forma de interação.

Previsão de churn

Também podemos utilizar a IA para prever a taxa de perda de clientes.

Mais uma vez, vamos contar com a habilidade da ferramenta em analisar dados.

Dessa vez, a ferramenta vai acompanhar os dados de visitas ao site, interações com o atendimento ao cliente, histórico de compras e engajamento nas redes sociais.

O exemplo para essa caso é o da Sprint (empresa de telefonia), que em 2014 estava sofrendo com uma taxa de churn de 2,3%, muito acima dos seus concorrentes.

Para superar esse desafio, a empresa implementou soluções de dados de IA para identificar clientes em risco de sair.

A ferramenta também forneceu recomendações para ofertas personalizadas para reter clientes.

O resultado foi uma redução na taxa de rotatividade para os níveis mais baixos registrados e um aumento das vendas de produtos complementares em 40%.

🧐 Saiba mais: Como Controlar o Churn Rate da sua Empresa – Guia Completo

Aumento da geração de leads

Sim, você pode utilizar a IA para melhorar a geração de leads da sua empresa. 🤩

Pois é, é que agora a Leadster lançou sua mais nova funcionalidade: integração com ChatGPT para criar chamadas de conversão ainda mais personalizadas!

Nada melhor do que contar com uma IA que absorve os dados e conteúdos e vai adaptando sua própria linguagem para oferecer respostas ainda mais certeiras e direcionadas.

Sobre resultados? Bem, nós testamos aqui e o resultado foi: sua empresa pode gerar até 327% leads a mais com a integração Leadster + ChatGPT!

Se quiser testar agora mesmo, saiba que temos uma Demonstração Gratuita por 14 dias, então aproveite. 😉 

Mas fique atento ao prazo de instalação do script da Leadster em seu site, pois a nova funcionalidade precisa de sete dias para coletar os dados das páginas mais acessadas e então gerar as chamadas com o ChatGPT.

Business intelligence

A área de business intelligence (BI) é a responsável pela automatização da coleta, processamento e análise de dados em abundância. Ou seja, ela ajuda a melhorar os fluxos e processos da marca, além de assegurar uma melhor tomada de decisão — baseada em dados.

O problema, por assim dizer, é que assim como outros tipos de sistemas, o BI está sujeito a erros e falhas, afinal, são muitas informações para processar e organizar.

É aí que a IA entra em cena, pois quando o BI não der mais conta ou não saber por onde começar, a tecnologia ajudará a coletar e agrupar os dados.

Vamos pensar em uma empresa de bens de consumo que não tem ideia do desempenho de suas promoções comerciais e quer descobrir essa informação. 

Nesse momento a área de BI pode ser utilizada junto aos algoritmos de IA para integrar uma variedade de fontes de dados em um negócio

Não parando por aí, a IA auxilia em outras áreas, pois através da coleta e análise dos dados, pode dar sugestões de conteúdos, mudanças e planejamento.

Criação de briefings

Se você quer criar um briefing simples para materiais menos complexos, a IA é uma ótima opção. 

Vamos ao exemplo do tão famoso ChatGPT. A ferramenta vai te dando insights e ideias, além de sugerir palavras-chave, tópicos e até mesmo exemplos de campanhas bem-sucedidas.

Veja:

Aí, caso você queira aprofundar o briefing, é só ir solicitando mais informações para o chat.

🔎Leia também: 10 Ferramentas de Produção de Conteúdo para Usar Hoje

Criação de imagens

Sim, até imagens você consegue com as IAs. Não é à toa que todos caímos na fake news que o Papa Francisco estava usando uma jaqueta puffer – quando, na verdade, foi só uma imagem feita por inteligência artificial.

Já existem diversas ferramentas para você otimizar o processo de criação, como Midjourney, Looka e Dall-e

E foi exatamente isso que a empresa alimentícia americana, Heinz fez. A marca lançou uma campanha com imagens totalmente geradas por IA.

Com a ajuda da agência de marketing Rethink Ideas, o que começou como uma brincadeira no gerador de imagens DALL-E 2, se tornou uma campanha sólida, pois a Rethink Ideas notou que os prompts relacionados ao ketchup produziam resultados muito semelhantes às garrafas de Heinz.

A partir disso, a agência pediu aos consumidores que eles compartilhassem suas próprias criações, as melhores delas foram sendo postadas nas redes e anúncios impressos.

Ideias para endomarketing

O endomarketing é a estratégia voltada para o público interno de uma empresa, ou seja, seus colaboradores. 

Se antes muitos tinham dificuldades de planejar ações para planejá-lo, agora só há facilidade com o ChatGPT.

Até porque a própria ferramenta dá sugestões de o que e como fazer um bom endomarketing.

Criação de trilhas sonoras

Você ainda passa horas buscando trilhas sonoras que combinem com suas campanhas?

Pois bem, isso pode ser resolvido e otimizado com a ferramenta de IA Soundraw.

A plataforma já te oferece trilhas prontas e personalizadas através dos prompts que você utiliza.

E o melhor: a ferramenta assegura que você não terá problemas com o copyright.

Criação de personas

Para esse tópico aqui separei duas alternativas:

  • Criar personas através da ferramenta Mnemonic AI; ou
  • Criar personas pelos ChatGPT.

A primeira é uma plataforma específica para esse tipo de criação e já foi utilizada por grandes marcas como Santander, Discovery Chanel, Yamaha, entre outros.

Já o ChatGPT é a ferramenta versátil que você já conhece. Basta você pedir por uma persona para uma campanha X que o chat vai analisar os dados do público-alvo e sugerir características que compõem essa persona.

Veja o exemplo: 

💡Dica: se você quer saber como fazer esse processo completinho e com imagens, confira o vídeo de passo a passo que o John Martin gravou!

Testes A/B escaláveis

Vamos direto para o case exemplo aqui. Estou falando da agência Online Dialogue da Holanda, que utilizou a ferramenta, Evolv AI Software, para fazer seus testes A/B

A plataforma focada em testes, personalização e otimização deu um resultado de 4,3% de crescimento em conversão.

A agência aplicou o teste nas páginas de produto da empresa Euroflorist’s durante 11 semanas.

A diferença entre um teste A/B normal e o da Envolv AI, é que esta última vai em busca de múltiplos testes para então achar as duas melhores variáveis e assim começar as comparações. 

Para saber quando mandar e-mails

Para fechar, vamos ao case da Seventh Sense + HubSpot.

A Seventh Sense é uma empresa de tecnologia que utiliza inteligência artificial para otimizar o momento de envio de e-mails com base no comportamento do destinatário

A marca buscava uma solução que lhes permitisse enviar e-mails no momento ideal para aumentar a taxa de abertura e engajamento. Foi aí que surgiu a integração com a plataforma da HubSpot. 

A partir desse momento a Seventh Sense conquistou dados valiosos sobre o comportamento de seus contatos, como horários de abertura de e-mails, interações anteriores e preferências individuais. E todas essas informações foram usadas para determinar o momento ideal de envio.

Através da integração, a Seventh Sense conseguiu personalizar as campanhas de e-mail com base nos dados coletados, entregando o conteúdo no momento certo. Isso resultou em um aumento significativo na taxa de abertura e engajamento dos e-mails enviados.

Ou seja, estamos falando do combo IA + integração com CRM da HubSpot para um cenário perfeito de envio de e-mail marketing. 


E aí, já sabe em quais áreas da sua empresa você vai utilizar a inteligência artificial?

Se você quer saber ainda mais sobre esse assunto e ficar por dentro das principais novidades, indico a leitura de nosso conteúdo completo sobre IA: O que é Inteligência Artificial e Como Aplicar no seu Negócio! 🚀


Gustavo Luby

CMO da Leadster, há 6 anos empreendendo no setor de tecnologia, apaixonado por CRO, Growth Hacking e Mídia paga.

0 comentário

Deixe um comentário

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *