Você pode não saber disso, mas existem dois tipos de público que visitam o seu site com regularidade: as pessoas e os robôs.

E como você é um ótimo anfitrião, deseja que o seu conteúdo seja legível e amigável para esses dois públicos, certo?

Otimizar seu site para SEO vai ajudar os robôs a identificarem a relevância e qualidade do seu conteúdo, posicionando o seu site no topo das pesquisas.

Também vai ajudar os visitantes (humanos) a encontrarem o seu site mais facilmente. 

Em resumo, uma boa estratégia de SEO vai gerar tráfego de qualidade para o seu site.

Mas nós sabemos que mais tráfego nem sempre é igual a mais conversões.

Por isso, a otimização em SEO é sim estratégica, mas deve vir acompanhada de otimização de site para conversão, para aumentar assim as chances de transformar visitantes em leads ou em clientes.

Confira agora quais são as diferenças entre SEO e CRO e entenda qual tipo de estratégia deve ser o foco da sua marca para otimizar o seu site.

O que é otimização de site?

Otimizar um site significa analisar fatores de estrutura e conteúdo, buscando por melhorias que podem ser feitas em ambos aspectos.

Porque otimizar um site?

Ao otimizar seu site você pode aumentar o volume de visitas a ele, oferecer conteúdo relevante para o seu público, melhorar a relevância online da sua marca e melhorar as taxas de conversão.

E qualquer pequena mudança que otimize a taxa de conversão tem potencial para aumentar os resultados de vendas e faturamento.

O aumento de uma taxa de 1% para 2% pode parecer pequeno, mas no caso da taxa de conversão essa pequena variação é imensa.  

O que podemos fazer para otimizar um site?

A combinação de estratégias e otimizações de SEO e de CRO é fundamental para garantir o crescimento do volume de visitantes ao site e, mais do que isso, para garantir que esse tráfego seja qualificado, para que a experiência desse visitante seja positiva e para que as taxas entre as suas etapas de conversão sejam melhoradas.

O que é SEO?

SEO ou Search Engine Optimization é uma estratégia voltada para a otimização dos conteúdos de sites, blogs e páginas, com fatores relevantes para os mecanismos de busca, como o Google. 

É esse tipo de estratégia que procura fornecer um bom posicionamento nas pesquisas realizadas nesse tipo de plataforma, levando o que é chamado de tráfego orgânico para o site. 

O que significa otimizar um site para os mecanismos de busca?

O SEO engloba um conjunto de técnicas, aplicadas à estrutura e aos conteúdos das páginas, além de técnicas pensadas também para melhorar a experiência do usuário ao entrar em contato com os conteúdos publicados.

Como aplicar SEO para fazer a otimização de site?

Reunimos aqui algumas das técnicas de SEO que podem ser aplicadas para a otimização do seu site:

Focar na qualidade e tamanho do conteúdo

Não é porque o conteúdo do seu site é avaliado por um robô que ele não precisa ter a qualidade que o leitor precisa.

As plataformas de busca priorizam conteúdos originais e relevantes.

Além disso, o tamanho dos textos também conta, pois conteúdos mais extensos são considerados menos superficiais.

Escolher as palavras-chaves certas

Ao produzir um conteúdo otimizado para SEO, você deve levar em consideração o que é escrito nas buscas realizadas pelos usuários.

Essas buscas são chamadas de palavras-chave e direcionam grande parte das técnicas de SEO.

Ferramentas como SEMRush, Google Keyword Planner e Ubersuggest auxiliam a entender quais são as palavras-chave relevantes para o seu público e também mostram o volume de pesquisas, para que você possa atrair tráfego em qualidade e volume.

Utilizar corretamente os títulos e marcações HTML

O conteúdo otimizado para SEO é dividido em títulos e subtítulos, que se referem a uma propriedade no código HTML da página.

Esses subtítulos determinam a hierarquia do conteúdo dentro de uma publicação, como você pode observar aqui mesmo neste post.

É importante também que as palavras-chaves sejam incluídas em algumas dessas marcações.

Criar URLs amigáveis

URLs amigáveis são aquelas que entregam segurança em relação ao conteúdo publicado.

Para aplicá-las, evite que a URL seja muito longa, tenha caracteres especiais ou uma sequência de números que mais pareça um código. 

O que recomendamos é que o conteúdo fique claro e seja uma adaptação do título da página como em

leadster.com.br/blog/titulo-do-post

Mais uma vez utilizando este conteúdo como exemplo, a URL amigável que escolhemos foi

leadster.com.br/blog/otimizacao-de-site-seo-ou-conversao

Desenvolver um conteúdo responsivo

Grande parte dos acessos aos sites acontece hoje através de smartphones.

Por isso, ao desenvolver qualquer conteúdo, você precisa garantir que ele seja facilmente acessível e compreendido também nestes dispositivos.

Reduzir o tempo de carregamento das páginas

Uma página com erros ou que demora a carregar desestimula o leitor e faz com que esse visitante rapidamente procure por outro conteúdo ou página que não tenha este tipo de problema.

Portanto, uma das técnicas de SEO relacionadas à estrutura é a garantia da velocidade no carregamento das páginas. 

Aumentar o tempo de permanência nas páginas

O tempo de permanência na página é uma das medidas utilizadas pelas plataformas de busca para entender a relevância do seu conteúdo, com base na experiência dos visitantes que já o acessaram.

O tempo de carregamento, que citamos anteriormente, é um dos fatores que podem contribuir para um baixo tempo de permanência, mas não é o único.

Conteúdos pouco atrativos, muito superficiais ou com uma linguagem que não é adequada ao público também comprometem essa métrica.

Desenvolver uma estratégia de linkagem interna e externa (Link Building)

O Link Building é um dos pilares das técnicas de SEO e consiste em criar links internos (que direcionam para outras páginas do seu próprio site) e links externos (outros sites que apontam o seu como referência ou indicação).

Conquistar uma maior autoridade de domínio

Páginas com maior autoridade de domínio também conseguem melhores posicionamentos nos sites de busca.

Todos os fatores comentados anteriormente interferem para que o seu domínio conquiste uma autoridade cada vez maior.

O que é CRO?

CRO ou Conversion Rate Optimization é a estratégia para a otimização da taxa de conversão.

Ela pode ser aplicada a diversos aspectos, inclusive quando falamos em otimização de sites. 

Se você quer melhorar as taxas da sua marca deve prestar atenção ao CRO, que propõe utilizar a estrutura já existente, incrementando-a e ajustando-a para melhorar as taxas de conversão, aumentar os resultados e, consequentemente, as vendas.

O que significa otimizar um site para conversão?

Com base na estratégia de CRO, otimizar o site para conversão significa utilizar a base que você já tem, fazendo melhorias rápidas e simples para garantir que seu conteúdo alcance o público ideal e que a experiência com ele seja positiva.

Como aplicar CRO para fazer a otimização de site?

Da mesma forma que no caso do SEO, o CRO com foco em otimização de site pode ser feito através de uma série de técnicas e ações.

Destacamos algumas aqui.

Realizar (muitos!) testes A/B

Testes A/B devem ser explorados para apresentar duas versões de um mesmo material, mas com pequenas modificações de texto, visual ou funcionalidades.

As duas versões são aplicadas ao público durante um período de teste e depois a que tem a melhor performance continua como fixa. 

Para otimizar suas taxas de conversão você deve explorar os testes, não apenas nas próprias páginas, mas também nos materiais que levam até elas, como anúncios, e-mails, referências, etc. 

Evidenciar a proposta de valor

O que determina se um consumidor vai optar por sua marca dentre tantas no mercado?

Quando um consumidor se depara com uma solução oferecida pela sua empresa ou por alguma comunicação criada pensando na divulgação dela, é a proposta de valor que reforça que essa opção e nenhuma outra é a melhor para resolver o que o consumidor procura.

Uma proposta de valor é uma promessa a ser entregue, por isso, ela deve ser clara, forte e focada no consumidor.

Nas suas páginas e conteúdos, mostre rapidamente qual é a proposta de valor e tenha a certeza de que ela está alinhada com a expectativa do visitante.

Criar bons CTAs

O Call-to-Action é uma chamada para ação.

Ele está presente em diferentes tipos de páginas e materiais e serve para indicar e orientar o visitante para a ação que a sua empresa deseja que ele faça — e normalmente é ele o gancho utilizado para a conversão. 

Então, se você quer otimizar as conversões, insira CTAs fortes de acordo com o perfil do usuário e com a fase em que ele está na jornada de compras.

Isso fará com que a taxa de conversão aumente, uma vez que a atenção é captada de forma diferenciada e o estímulo para ação também é personalizado. 

Segundo a HubSpot, maior plataforma de automação de marketing do mundo, CTAs personalizados têm performance e resultados até 202% melhores do que CTAs que não têm personalização. 

Diminuir possíveis ruídos ou fricções que estejam dificultando a conversão

Alguns fatores podem desestimular o visitante a converter e esses fatores precisam ser entendidos e ajustados.

Desde a velocidade do site, até a falta de otimização das páginas para mobile, passando por linguagem inadequada, os problemas podem ser vários. 

Faça pesquisas com usuários para entender que tipo de questão freia a conversão e corrija esses pontos no site. 

Investir em UI/UX para uma experiência de usuário agradável

O primeiro passo para melhorar os resultados de conversão do seu site e Landing Pages é analisá-los.

Mas não sobre o olhar de onde você está, como marca.

A visão deve ser aquela que mais importa nesse processo de atração e conversão: a do seu visitante.

Para melhorar a experiência do usuário devem ser analisados e otimizados fatores como conteúdo, estrutura e navegação.

Aqui também podem ser aplicadas pesquisas e testes para entender que pontos precisam de melhorias.

Definir uma abordagem proativa e personalizada

O consumidor busca hoje por experiências personalizadas e pensadas para as reais necessidades que ele tem.

Ao oferecer experiências assim, você estará alinhado com as expectativas, desejos e intenções dos visitantes.

Para atingir isso, vale o investimento e personalização de acordo com o comportamento online, páginas visitadas e canais de origem de cada visitante.

Ferramentas como chatbots ou assistentes virtuais, como as que oferecemos aqui na Leadster, são uma forma interessante de abordar cada consumidor de forma personalizada, de acordo com seu contexto de navegação, 

Ao melhorar a experiência do cliente você aumenta as chances de conversão e, consequentemente, de vendas.

Otimizar para SEO ou para conversão?

A resposta é a união dessas duas estratégias para garantir os melhores resultados.

Se você quer aproveitar ao máximo o tráfego orgânico gerado pela aplicação das técnicas de SEO para converter esses visitantes em leads, pode e deve explorar as otimizações propostas pelas estratégias de CRO. 

Considere utilizar ferramentas de marketing conversacional, como chatbots e assistentes virtuais para fornecer aos seus visitantes de tráfego qualificado um atendimento personalizado e, de quebra, conquistar informações relevantes logo no primeiro contato entre marca e usuário. 

Quer levar esse tipo de estratégia para a sua marca?

Entenda mais sobre a ferramenta explorada pela Leadster, pioneira no segmento no Brasil.

Explore uma demonstração personalizada para a sua necessidade agora mesmo!

Compartilhe agora!

Gustavo Luby

CMO da Leadster, há 6 anos empreendendo no setor de tecnologia, apaixonado por CRO, Growth Hacking e Mídia paga.