Sumário

O e-mail de vendas é um excelente recurso para aumentar as taxas de conversão e melhorar os resultados comerciais da empresa.

Se você está procurando referências e inspirações que realmente funcionam, chegou ao conteúdo certo!

Aqui você vai conferir 22 exemplos de e-mails de vendas para diferentes gatilhos mentais, objetivos e etapas do funil. Confira!

O que são e-mails de vendas?

O que são e-mails de vendas?

Os e-mails de venda são um recurso explorado pelos representantes comerciais e pelas empresas, através do envio direto ou de ferramentas de automação, para um contato mais direto com os leads e prospects. 

Entre alguns benefícios ao incluir o e-mail como parte da estratégia estão:

  • a otimização da captação de leads;
  • a nutrição desses contatos através de um canal menos invasivo do que telefone e WhatsApp, por exemplo;
  • a possibilidade de utilizar ferramentas de disparo e, com isso, a otimização do tempo dos vendedores;
  • a melhora nos resultados e análise de dados para tomada de decisão.

22 Exemplos de e-mail de vendas altamente persuasivos

22 Exemplos de e-mail de vendas altamente persuasivos

Separamos 22 exemplos de e-mails para essa finalidade, de acordo com objetivos, etapa do funil e gatilhos mentais para aumentar a persuasão dos mesmos.

Confira nossa seleção:

Exemplos de e-mail de vendas por objetivo

Exemplos de e-mail de vendas por objetivo

Diferentes momentos da abordagem e do acompanhamento comercial pedem diferentes linguagens, ganchos e conteúdos para os e-mails de venda.

E-mail de introdução

Por que este modelo funciona?

É uma forma resumida de despertar a atenção e fazer um primeiro contato comercial com o lead.

E, ainda assim, explica como essa ligação que será agendada pode trazer benefícios, despertando também um interesse para a continuidade.

E-mail de prospecção

Por que este modelo funciona?

Cria uma conexão com o lead, com foco nas necessidades e benefícios que ele precisa.

Além disso, passa a mensagem de forma objetiva e apresenta dados para construir a argumentação.

E-mail de follow-up

Por que este modelo funciona?

É simples, é informativo, conta uma história e tem um CTA interessante.

E-mail de engajamento (antes e depois da reunião)

Antes da reunião é interessante enviar um e-mail de confirmação, de preferência algumas horas antes do encontro.

Você pode compor esse e-mail com conteúdos de interesse também.

Depois da conversa, vale também um novo e-mail de engajamento, compartilhando arquivos que foram abordados na reunião, reforçando o que foi discutido e desenhando os próximos passos. 

Por que este modelo funciona?

Reforça o compromisso da reunião e mostra que sua empresa conhece os desafios do lead, ao oferecer conteúdos de interesse dele.

Auxilia também na diminuição da taxa de no-show e de remarcação. 

E-mail de reengajamento

Por que este modelo funciona?

Esse modelo é útil nos casos em que o e-mail de engajamento da reunião não funcionou e o lead não apareceu, ou desmarcou, mas não disponibilizou uma nova agenda para remarcação. 

Ele funciona porque reafirma o compromisso estabelecido, relembra o lead do motivo que o fez topar o primeiro agendamento e cria uma sensação de que o contato está perdendo uma oportunidade se não remarcar. 

E-mail de nutrição

A nutrição acontece não só através de um e-mail de vendas, mas sim de uma sequência de e-mails com oferta de conteúdos, materiais, cases, ferramentas, etc.

A nutrição de leads é uma estratégia essencial para a sua conversão e o seu volume de vendas, pois significa inseri-lo na jornada de compra, preparando-o para comprar o seu produto ou serviço. 

Você pode montar um fluxo com diversos modelos presentes aqui, observar os modelos que abordaremos adiante de acordo com os estágios de funil de vendas ou aprofundar seus conhecimentos no post “Nutrição de Leads: O que é e Como Fazer”.

E-mail de negociação

Por que este modelo funciona?

Utiliza um CTA com ação fechada, ao já propor um horário para o alinhamento.

Além disso, não desvaloriza o seu preço, mas se mostra preocupado em entender as limitações de orçamento e em oferecer a melhor solução para esse caso.

E-mail de proposta e fechamento

Por que este modelo funciona?

Esse é um dos e-mails mais cruciais da negociação.

Esse modelo toma o controle da situação, determinando uma data para que o fechamento aconteça e alinha o envio da proposta comercial, depois que todas as dúvidas e detalhes estejam acertados. 

E-mail de passagem de bastão e próximos passos

Por que este modelo funciona?

Retoma o histórico de conversa entre o lead e o representante de vendas que tocou o contato comercial até então, apresenta o novo responsável pela negociação e faz isso com os tópicos principais, para sintetizar um e-mail que poderia acabar sendo mais extenso.

É interessante que o novo responsável responda esse e-mail para iniciar o contato com o lead.

E-mail de indicação

Por que este modelo funciona?

Ajuda a encontrar autoridade no setor e a impulsionar a relação com os decisores de compra, levando você aos contatos certos.

E-mail de despedida e break-up

Por que este modelo funciona?

É preciso encerrar o contato com um lead que não responde às tentativas de contato.

Este e-mail gera valor para sua empresa, cria senso de escassez e serve para não incomodar um prospect que ainda não está no momento certo para a abordagem comercial e finalizar essa rodada de abordagem de maneira positiva. 

Assim, abre-se espaço para um contato em um momento mais oportuno.

E-mail para cliente que sumiu

Por que este modelo funciona?

Retoma o contato e pode fazer com que o lead reapareça, mesmo que seja para dizer que ainda não tem uma resposta.

Assim, o relacionamento tem menos chances de esfriar.

E-mail de upsell e cross-sell

Por que este modelo funciona?

O momento de upsell ou cross sell é essencial para os resultados de vendas, porque trabalha um lead que já se tornou cliente, está satisfeito com os resultados da parceria e, portanto, está muito mais aberto a receber uma abordagem.

O modelo apresentado funciona por focar nos resultados positivos, demonstrar valor e apresentar novas possibilidades de evolução focadas no cliente.

Aqui também, não existe apenas um modelo, mas sim uma estratégia de venda complementar, para consumidores que já se tornaram clientes. 

  • Upsell: ofereça upgrades de planos ou versões mais modernas da solução ou produtos já contratados, com valores ou condições de pagamento mais interessantes. Você pode também oferecer testes desse upgrade, assim instiga o consumidor a entender como aquele upgrade pode ser interessante para ele.
  • Cross sell: ofereça produtos ou serviços complementares àqueles que já foram adquiridos. Nesse caso, explique como uma nova aquisição pode potencializar os resultados desejados pelo consumidor.

Exemplos de e-mail de vendas por etapa do funil

Exemplos de e-mail de vendas por etapa do funil

Outra forma de explorar diferentes modelos de e-mail de vendas é pensar no funil.

Afinal, nem todos os leads estão no mesmo momento de decisão e com a mesma maturidade em relação à compra. 

Esse fator deve ser levado em conta para ter uma comunicação melhor direcionada e melhorar também a receptividade dos e-mails.

E-mail de topo de funil

Por que este modelo funciona?

Cativa e envolve o leitor através de uma história que gera identificação, evidencia o problema que ele tem e utiliza um CTA menos invasivo.

Ainda não existe um convite para conversa ou reunião, pois o lead não está pronto para o momento. 

Convidando-o para conhecer mais através de um link, você consegue monitorar aqueles leads que de fato fizeram essa ação e, então, enviar apenas para esses leads que passaram para a próxima etapa um novo e-mail, de meio de funil.

E-mail de meio de funil

Por que este modelo funciona?

O e-mail pode ser encaminhado para leads que vieram da fase anterior, bem como leads que já chegaram dentro desse momento em relação à compra. Ao oferecer um material mais completo sobre o tema, você qualifica enquanto ensina o lead, que chegará mais pronto para a conversa comercial. 

Além disso, o representante comercial se posiciona como um consultor, que está disponível para uma conversa em torno do negócio e das necessidades do consumidor e não como um vendedor que só quer fechar um negócio para a própria empresa.

E-mail de fundo de funil

Por que este modelo funciona?

Mais uma vez, o e-mail serve para leads que percorreram todo o funil ou para aqueles que já chegaram ao comercial neste estágio, o de decisão de compra.

O e-mail reforça o problema do lead, a solução e apresenta a sua empresa como quem vai entregar o resultado que ele espera. 

Exemplos de e-mail de vendas utilizando gatilhos mentais

Exemplos de e-mail de vendas utilizando gatilhos mentais

Quer mais exemplos de e-mail de vendas?

Então vamos lá! 

Separamos mais algumas opções de acordo com os principais gatilhos de venda.

Entendendo o perfil do lead, você pode enviar o modelo que melhor terá resultado com ele.

E-mail utilizando reciprocidade

Por que este modelo funciona?

Oferece um benefício extra para aquele cliente que já se favoreceu com uma compra e que gosta de ser bonificado e tratado como um consumidor diferente dos demais, que ainda não têm um relacionamento com a sua empresa.

E-mail utilizando prova social

Por que este modelo funciona?

A prova social é utilizada por muitas empresas como uma forma de potencializar e validar os e-mails de venda, apresentando os benefícios e diferenciais da solução oferecida através da voz de quem já é um cliente satisfeito.

E-mail utilizando autoridade

Por que este modelo funciona?

Pessoas gostam de estar perto de quem tem autoridade e entende de um determinado assunto.

Em suas abordagens, demonstre que você domina aquilo que faz e comprove o que diz, seja por cases, vídeos, prêmios, certificações e resultados positivos. 

E-mail utilizando escassez

Por que este modelo funciona?

Temos a tendência de querer aquilo que está em falta, não existe mais, ou que estamos perto de perder.

Tendo isso em mente, o gatilho de escassez funciona para que o cliente saiba que uma determinada venda está prestes a expirar e, por isso, é melhor que ele a efetue o quanto antes. 

E-mail utilizando urgência

Por que este modelo funciona?

Apesar de parecer muito com o gatilho mental de escassez, o de urgência vai ativar uma escassez específica no cliente: a de tempo.

Esse tipo de modelo funciona bem para promoções, descontos e cobrança de proposta que já estão prestes a expirar.

E-mail utilizando coerência

Por que este modelo funciona?

Este princípio nos mostra que, quando uma pessoa se compromete com uma ação, seja fazendo um teste gratuito de uma ferramenta ou adicionando um produto ao carrinho, é muito mais provável que ela efetive a compra, pois, como seres humanos, temos a necessidade de sermos vistos como coerentes.

 Leia também: 14 Principais Técnicas de Negociação para Vendas

Como montar um bom e-mail de vendas?

Como montar um bom e-mail de vendas?

Não existem fórmulas perfeitas, mas existem dicas que podem ajudar a criar e-mails de vendas realmente persuasivos e de impacto.

Confira nossas recomendações:

Construa um ótimo assunto

O assunto é um dos elementos mais importantes de um e-mail.

Se seu lead não estiver convencido por ele, todo o restante da mensagem nem mesmo chega a ser lida. 

E ele é um dos principais pontos para uma boa taxa de abertura (relação entre e-mails entregues e e-mails abertos).

Aqui vão alguns dados levantados pela Mutiny:

  • Até 20% é uma taxa baixa, que mantém você próximo dos spams.
  • Entre 20-50%, seus e-mails são bem recebidos, mas você ainda precisa melhorar seus assuntos.
  • E entre 50-70% a taxa de abertura de e-mail de vendas é considerada saudável.

Para atingir esses resultados, utilize títulos instigadores, humanos e pessoais.  

Mantenha o tom de conversa

Seu lead não quer sentir que está recebendo um e-mail de uma campanha de marketing, mas sim de uma pessoa.

Por isso, o tom dos textos deve ser familiar, amigável e persuasivo o suficiente para despertar interesse. 

 Você também pode gostar - Pitch de Vendas: 8 Dicas para Criar um Discurso que Vende

Personalize para o cliente

A personalização pode ser feita com a inserção de informações individualizadas, como nome, nome da empresa, necessidade ou dor, benefícios, etc., como mostrado nos exemplos anteriores.

Outra forma de deixar os e-mails mais persuasivos e personalizados de acordo com os interesses do lead é utilizar a segmentação.

Assim, você agrupa contatos com características similares e faz uma comunicação mais direcionada.

Seja objetivo — vá direto ao assunto

Seu lead não tem tempo a perder e tem mais dezenas de e-mails na caixa de entrada para verificar.

Portanto, depois de captar a atenção com um bom título que o faça querer abrir o e-mail, você precisa passar sua mensagem de forma ágil.

Na hora do conteúdo, diminua o texto e busque objetividade.

Utilize gatilhos mentais

Um gatilho mental é uma informação que provoca uma reação automática por parte do interlocutor.

Nos e-mails comerciais esses recursos são utilizados justamente para estimular que uma compra ou ação seja realizada.

Alguns desses gatilhos são afinidade, autoridade, coerência e compromisso, escassez, prova social e reciprocidade.

Abordamos o tema em detalhes no post “9 Gatilhos Mentais para Vendas que Ainda Funcionam em 2022”.

Adicione elementos visuais

E-mails de vendas devem ser mais pessoais e, por isso, não devem ter um apelo visual tão forte como um e-mail marketing.

Imagens devem ser evitadas, para manter o e-mail de vendas mais pessoal e para não prejudicar a entrega. 

Mas isso não significa que você não possa explorar elementos visuais como emojis, texto destacado e listas. 

Inclua (apenas) um CTA

O CTA (Call to Action) é a chamada para ação e o texto é o que vai despertar o interesse ou não no clique ou na resposta.

Ele deve ser instigante, ter impacto e levar em consideração fatores como o estágio do funil do seu contato, o objetivo esperado com a ação proposta, o senso de urgência, etc.

Além disso, em um e-mail de vendas, você deve focar em apenas um CTA, para que a atenção do seu lead não dissipe. 

Envie para a equipe e receba os feedbacks

Seus representantes comerciais conhecem como ninguém os leads e as tentativas de contato com eles, até o fechamento de uma compra ou contratação.

Então escute a opinião deles na hora de fechar os textos dos modelos. 

Lembre-se também que são eles quem vão trabalhar com esses e-mails no dia a dia e precisam estar alinhados com a comunicação usada.

Construa uma cadência de e-mails

Como você viu nos nossos modelos, existem e-mails para diversas situações comerciais e com certeza você vai precisar de mais de um modelo para se adequar a todas elas.

Então, além da padronização dos conteúdos, monte o fluxo e a sequência que devem ser seguidas pelo seu time comercial.

É muito importante para dar sequência nos contatos, pois muitos vendedores enviam um primeiro e-mail e nunca mais realizam um follow-up.

Teste o envio em dias e horários diferentes

O assunto é sim o principal fator que determina a abertura dos e-mails, mas o timing certo do envio também precisa ser levado em consideração.

Portanto, teste diferentes horários e dias, para sentir o que desperta mais interesse e resposta no seu público. 

Você também pode testar diferentes abordagens e pausas entre um e-mail e outro do fluxo montado, para analisar, com base em dados, o que funciona melhor com a sua base.

Melhore seus copys de vendas com o método AIDA

Melhore seus copys de vendas com o método AIDA

Com o crescimento e popularização da técnica de copy para vendas, surgiram alguns modelos e formatos que auxiliam os profissionais a escrever textos persuasivos e focados em resultados.

Um dos mais conhecidos é o método AIDA, que segue a estrutura das iniciais das palavras Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

Se você quer começar a melhorar a persuasão do seu conjunto de e-mail de vendas, conheça mais sobre este método: 

  • Atenção: através de promessas cativantes, no caso dos e-mails já no título, a atenção do público precisa ser conquistada, em primeiro lugar; 
  • Interesse: depois da atenção, precisa existir o despertar do interesse para a mensagem que está sendo transmitida através do texto escrito. Apenas dessa forma o usuário vai consumir a informação até o final. Você precisa criar identificação com o leitor, traduzindo as necessidades que ele tem;
  • Desejo: o desejo aparece no texto de vendas através da exposição dos benefícios daquela oferta. Como o seu produto ou serviço entrega exatamente o que aquele consumidor procura? 
  • Ação: o conteúdo também deve trazer uma chamada para a ação, através de um Call to Action. Essa é a conversão esperada do usuário, portanto deve ter como foco o benefício que ele terá ao realizá-la.
 Continue a leitura: 5 Melhores Modelos de Copy para Vendas Validados com Testes

Por que é interessante ter modelos de e-mails?

Por que é interessante ter modelos de e-mails?

Você pode pensar que ter modelos de e-mails pode prejudicar a sua estratégia de vendas, mas a proposta não é tornar a sua abordagem massificada, nem impessoal ou mesmo genérica.

Com os modelos certos você não tem esse tipo de perda e ainda ganha outras três vantagens:

Evitar erros

Com os modelos e investindo em ferramentas de automação você evita erros como envio de conteúdo errado ou perda do timing para as abordagens e follow-ups comerciais.

Padronizar o atendimento

O atendimento fica padronizado, independente de quão longo é o processo comercial ou de quantos profissionais estão envolvidos nele.

Aumentar a produtividade

Com modelos prontos sua equipe ganha em tempo e pode focar a produtividade em outras tarefas. 

 Leia também - Spin Selling: Como Aplicar a Metodologia para Vender Mais

Melhores CRMs de vendas com disparo de e-mails integrado

Melhores CRMs de vendas com disparo de e-mails integrado

E, para trabalhar de maneira ainda mais padronizada, produtiva e escalável, você pode utilizar ferramentas que automatizam o disparo de alguns e-mails, inclusive com a inclusão de elementos de personalização, que são tão importantes. 

Existem ferramentas pensadas para automação de marketing, com outras funcionalidades, mas existem também alguns CRMs que oferecem a possibilidade de disparo de e-mails.

Assim, você pode manter todo o seu fluxo e processo comercial em apenas uma ferramenta. 

Recomendamos três delas:

1. Fleeg

O CRM Fleeg oferece funcionalidades para estruturar as etapas do processo comercial, desde a captura do lead até o pós-vendas.

O Fleeg também possui funcionalidades para automação de marketing, como disparo de e-mails e criação de landing pages. 

Você pode testar a plataforma gratuitamente por 10 dias e os planos pagos que possuem automação começam em R$ 199/mês.

2. RD Station CRM

Da mesma empresa do RD Station Marketing, o RD CRM permite controlar o processo comercial, centralizando informações para facilitar a gestão do funil de vendas.

A ferramenta também permite criar fluxos automatizados de e-mail de vendas. 

É oferecido um plano gratuito sem limite de usuários e contatos, com disparo de e-mails, mas com funcionalidades limitadas.

Já o plano pago com automação de vendas custa R$ 69 por usuário no plano mensal.

3. Piperun

O Piperun ideal para construção do pipeline de vendas, gestão das oportunidades e atividades dos vendedores e análise completa de resultados.

Este CRM também conta com a funcionalidade de automação de e-mails. 

O teste gratuito pode ser feito durante 14 dias e os planos pagos com automação disponível começam em R$540/mês, com 3 usuários inclusos.

* Valores atualizados em abril/2022.

Se você quer saber mais sobre essas ferramentas de automação, recomendamos que você continue sua leitura com outros conteúdos aqui do blog:

E, como sempre, se ficar com alguma dúvida sobre e-mails de venda, basta deixar um comentário aqui no post!

Compartilhe agora!
Categorias: CopywritingVendas

Rafaela Soares

Sales Manager at Leadster - apaixonada pela área de inteligência comercial e comunicação com clientes.